Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Sábado, Dia 08 de Maio de 2021 as 02:05:30



AMBEV - Resultado no 1º Trimestre/2021 Resultados Melhores



AMBEV - Resultado no 1º Trimestre/2021
 
Resultados Melhores, com recuperação gradual de volumes e preços
 
Os resultados da Ambev referentes ao 1T21 foram positivos, em nossa opinião, tendo apresentado uma importante evolução de volumes, preços e lucros em relação ao mesmo período do ano anterior, em todas as suas operações. 
 
O volume total ultrapassou 43,5 milhões de hl, um incremento de 11,6% a/a, a receita líquida alcançou R$ 16,6 bilhões (+27,8% a/a) e o EBITDA ajustado foi de R$ 5,3 bilhões (+23,8% a/a). O montante representa uma margem de 32%, cuja redução de 1,6 p.p. sobre o 1T20 é atribuída ao aumento de custos – reflexo cumulativo da elevação dos preços das commodities, valorização do dólar e custos de embalagens devido ao mix com mais itens de alumínio – e de maiores despesas com vendas, gerais e administrativas. 
 
O lucro líquido acompanhou a melhora do resultado operacional, atingindo R$ 2,7 bilhões (+125,7% a/a). Vale destacar que, além da recuperação de volumes, a empresa também elevou sua participação de mercado em 8 das 10 regiões de atuação, sinalizando que sua estratégia comercial, adaptada para o cenário da pandemia, está sendo efetiva. 
 
Brasil: canais digitais impulsionam as vendas. 
 
No Brasil, houve aumento de volume de 12,1% a/a, com destaque para o segmento de cervejas, cujo incremento foi de 16% na comparação anual, mesmo com o cancelamento do carnaval e a intensificação das restrições de circulação em parte do trimestre. A receita cresceu 26,1% a/a, como reflexo da ROL/hl superior.
 
A empresa intensificou suas iniciativas digitais, aproveitando-se do cenário favorável para esses canais, que vêm ganhando espaço nas vendas realizadas aos públicos varejistas e aos clientes finais. O serviço de entregas “Zé Delivery” atingiu recorde de vendas no 1T21, com 14 milhões de pedidos. 
 
A plataforma digital “BEEs” utiliza algoritmos para oferecer uma variedade acertada de produtos aos clientes varejistas, agrega serviços financeiros e está se transformando em um marketplace com produtos de diversas categorias e diferentes parceiros. 
 
Bom desempenho das operações internacionais. 
 
Após apresentar redução de volume de vendas nos últimos trimestres, a unidade da América Central e Caribe (CAC) se beneficiou da remoção parcial de restrições de mobilidade no 1T21, além do mix com maior presença de itens premium, que levaram ao aumento de 28,2% a/a na receita líquida.
 
A operação da América Latina Sul (LAS) mostrou um forte incremento de 44% a/a na receita, puxado pela recuperação de volumes na Argentina, Chile e Paraguai. No Canadá, por fim, mesmo ainda diante de fortes restrições de circulação durante a maior parte do trimestre, a receita apresentou crescimento de 1,6% a/a. 
 
Desempenho das ações e perspectivas. 
 
Apesar de ainda refletir os impactos das restrições da Covid-19 no setor de bebidas, a recuperação gradual apresentada pelos números do 1T21 da Ambev trouxe uma melhora nas perspectivas para os próximos períodos. 
 
Acreditamos que a retomada total do segmento depende da plena reabertura de bares e restaurantes, além de um avanço substancial do nível de vacinação nas regiões de atuação da empresa.
 
Enquanto isso, a Ambev vem mostrando, a cada trimestre, que tem conseguido se adaptar à nova dinâmica de consumo imposta pela pandemia, com novas estratégias comerciais e a disciplina financeira usual. Como ponto de alerta, destacamos a expectativa de custos ainda elevados no 2T21, que deverão tornar a recuperação de margens mais lenta. 
 
As ações da Ambev, que desde 2020 vinham refletindo a cautela do investidor frente à baixa expectativa de reversão do cenário desafiador para o setor de bebidas, apresentaram um forte ganho de 8,9% após a divulgação dos resultados do 1T21. Com isso, o acumulado do ano passa a ser positivo em 3,9%. Assim, apesar do otimismo com a melhora das perspectivas para os próximos resultados, mantemos nossa recomendação Neutra para ABEV3, com preçoalvo 2021e de R$ 17,00. 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório a respeito, elaborado por
MARY SILVA e MELINA CONSTANTINO, analistas do BB INVESTIMENTOS

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: MARY SILVA e MELINA CONSTANTINO, analistas do BB INVESTIMENTOS





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
AGRONEGÓCIOS, ALIMENTOS & BEBIDAS - Relatório de Desempenho - Junho/2021 09/06/2021
AGRONEGÓCIOS, ALIMENTOS & BEBIDAS - Relatório de Desempenho - Junho/2021
 
FUNDOS IMOBILIÁRIOS - Desempenho em Maio-Junho/2021 08/06/2021
FUNDOS IMOBILIÁRIOS - Desempenho em Maio-Junho/2021
 
VAREJO E SHOPPINGS - Relatório Setorial de Junho/2021: Positivo, Forte Alta na B3 05/06/2021
VAREJO E SHOPPINGS - Relatório Setorial de Junho/2021: Positivo, Forte Alta na B3
 
GUIA DE AÇÕES, 04.06.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 04/06/2021
GUIA DE AÇÕES, 04.06.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 02.06.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 02/06/2021
GUIA DE AÇÕES, 02.06.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
ULTRAPAR -  A Venda da Extrafarma 02/06/2021
ULTRAPAR - A Venda da Extrafarma
 
IOCHPE-MAXION  -  Resultado no 1º Trimestre/2021: POSITIVO 02/06/2021
IOCHPE-MAXION - Resultado no 1º Trimestre/2021: POSITIVO
 
MARFRIG - Aquisição de participação relevante na BRF 02/06/2021
MARFRIG - Aquisição de participação relevante na BRF
 
GUIA DE AÇÕES, 01.06.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 01/06/2021
GUIA DE AÇÕES, 01.06.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 31.05.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 31/05/2021
GUIA DE AÇÕES, 31.05.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites