Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

20 de Junho de 2019 as 03:06:02



ARÁBIA SAUDITA, responsável pela "Execução Premeditada" de KHASHOGGI, diz ONU


Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro saudita
O Estado da Arábia Saudita é responsável pela 'execução premeditada' de Khashoggi, diz ONU
 
A Arábia Saudita é responsável pelo assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, declarou uma investigadora da ONU, pedindo uma nova investigação sobre o papel do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman no crime.
 
Khashoggi foi vítima de "uma execução deliberada e premeditada, um assassinato extrajudicial pelo qual o Estado da Arábia Saudita é responsável", disse Agnes Callamard, relatora especial da ONU sobre execuções extrajudiciais, nesta quarta-feira.
 
Ela fez as declarações após o final de um inquérito de seis meses sobre o caso. A relatora pediu uma investigação adicional sobre o papel de altos funcionários sauditas, incluindo o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, que pode ter participação no assassinato de Khashoggi.
 
De fato, esta investigação de direitos humanos mostrou que há evidências confiáveis suficientes sobre a responsabilidade do príncipe herdeiro que exigem mais investigações.
 
O ministro de Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, rejeitou a alegação de Callamard também nesta quarta-feira, argumentando que o caso já havia sido investigado pelas autoridades sauditas e insistiu que permanecesse dentro da jurisdição do reino.
 
"Nós rejeitamos categoricamente qualquer tentativa de manchar os líderes do Reino [da Arábia Saudita] e qualquer tentativa de tirar o caso da jurisdição da justiça saudita", escreveu al-Jubeir no Twitter.
 
Um crítico da família real saudita e colaborador do jornal norte-americano The Washington Post, Khashoggi foi assassinado em outubro após entrar no consulado de Riad em Istambul, na Turquia.
 
Autoridades turcas afirmaram que ele foi assassinado por um esquadrão de ataque enviado pelos sauditas. Riad afirmou que o jornalista morreu em uma briga espontânea, que irrompeu dentro do prédio, e negou que a família real estivesse de alguma forma envolvida no incidente.
 
A morte de Khashoggi provocou indignação em todo o mundo e levou os EUA a sancionar várias autoridades sauditas.
 


Fonte: SPUTNIK NEWS

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
17/12/2013
ESPIONAGEM AMERICANA pode ser inconstitucional, afirma juiz nos EUA
 
17/12/2013
ANGELA MERKEL inicia seu 3º mandato
 
17/12/2013
SNOWDEN busca asilo no Brasil
 
17/12/2013
CONFLITO NUCLEAR poderá extinguir a humanidade pela fome, revela estudo de 2 prêmios Nobel da Paz
 
16/12/2013
RÚSSIA posiciona mísseis nucleares próximos às fronteiras da UE
 
16/12/2013
ELEIÇÕES NO CHILE - Dilma parabeniza Bachelet pela expressiva vitória
 
15/12/2013
NA UCRÂNIA TAMBÉM foram presos servidores do alto escalão do governo
 
CANNABIS NO URUGUAI - Órgão da ONU critica a legalização da maconha 12/12/2013
CANNABIS NO URUGUAI - Órgão da ONU critica a legalização da maconha
 
12/12/2013
FRANÇOIS HOLLANDE NO BRASIL - Rapidez nos acordos UE-MERCOSUL
 
FRANÇOIS HOLLANDE NO BRASIL - Transferência de Tecnologia para produção nacional de sistemas de supercomputação 12/12/2013
FRANÇOIS HOLLANDE NO BRASIL - Transferência de Tecnologia para produção nacional de sistemas de supercomputação
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites