Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

06 de Setembro de 2012 as 15:09:21



BANCO DO BRASIL reduz em mais de 30% os juros do pagamento parcelado de faturas Ourocard



 

 
 
Após reduzir em até 79% as taxas de juros do rotativo do cartão de crédito, BB também reduz taxas do pagamento parcelado de faturas
 
 
O Banco do Brasil passa agora a oferecer taxas mais atrativas para quem optar pelo pagamento parcelado das faturas dos cartões Ourocard. Desde ontem, as taxas para o parcelamento foram reduzidas em cerca de 30% - do patamar de 2,88% a 5,70% ao mês, para intervalo de 1,94% a 3,94% ao mês. O pagamento parcelado proporciona mais flexibilidade aos clientes que não dispõem de recursos para pagamento integral da fatura no vencimento.
 
É mais uma medida de reformulação da estratégia do BB para o mercado de cartões. As ações incluem reduzir significativamente as taxas de juros e incentivar o uso de novas funcionalidades - tais como o Crediário e o Parcelamento Preventivo da Fatura - no contexto da educação financeira.
 
O parcelamento das faturas já alcançou volume de R$ 500 milhões contratados no período de abril (lançamento do Bompratodos) a agosto deste ano – crescimento de 34%, em relação ao mesmo período do ano anterior.
 
As novas taxas já valem para as faturas com vencimento a partir de 17 de setembro, e já constam das faturas que passaram a ser enviadas ontem para os clientes BB.
 
A partir da estratégia do BomPraTodos, o BB passou a incentivar a utilização dos cartões como instrumento de auxílio ao consumo das famílias, tendo a assessoria financeira como balizador do uso consciente desse tipo de crédito.
 
 
Rotativo
 
Em abril, antes do lançamento do Bompratodos, as taxas do rotativo para pessoas físicas variavam de 3,87% a 13,7% ao mês. A partir do BomPraTodos, foram reduzidas para o intervalo de 2,88% a 5,70% ao mês. Com essas medidas, o BB passou a oferecer as menores taxas de cartão de crédito do mercado, quando comparadas aos grandes bancos de varejo. A redução dos juros, para quem recebe salário no BB, chegou a 79% no período. Para os demais clientes, a redução alcançou 58%.
 
Com essa medida, todos os correntistas do Banco já começaram a visualizar nas faturas dos cartões Ourocard a nova política de juros para o crédito rotativo do BB. As mudanças beneficiaram, de imediato, cerca de 2 milhões de clientes tomadores de crédito rotativo do cartão. Hoje, existem cerca de 20 milhões de clientes usuários dos cartões Ourocard. 
 
 
Crediário
 
Outra novidade da estratégia de oferta de soluções de assessoria financeira aos clientes foi estimular a utilização do cartão como mecanismo de acesso ao crédito direto ao consumo, por meio da função Crediário.
 
Somente nos primeiros cinco meses do Bompratodos, foram contratados cerca de R$ 235 milhões no Crediário, com taxas de 1,9% ao mês no parcelamento de compras. O volume de contratação cresceu 270%, em relação ao mesmo período do ano passado.
 
 
Estratégia
 
A nova estratégia adotada pelo Banco vem apresentando resultados também no crescimento das compras tradicionais realizadas via cartões. Prova disso é o crescimento das compras realizadas na função crédito no 1º semestre deste ano, que atingiu um volume de R$ 41 bilhões, representando crescimento de 23%, em relação ao mesmo período do ano passado. A estimativa é que o mercado tenha crescido, neste mesmo período, cerca de 18%. 
 


Fonte: Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil, tel (61) 3102.3532





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
IMPOSTO DE RENDA - Com correção, isentos passariam de 10 para 20 milhões 12/01/2020
IMPOSTO DE RENDA - Com correção, isentos passariam de 10 para 20 milhões
 
PIBINHO - Mercado estima PIB a 1,17% e Inflação de 4,13% em 2019 06/01/2020
PIBINHO - Mercado estima PIB a 1,17% e Inflação de 4,13% em 2019
 
INSS ajusta sistemas de acordo com Reforma da Previdência 06/01/2020
INSS ajusta sistemas de acordo com Reforma da Previdência
 
DPVAT 2020 - TOFOLLI suspende Redução de até 85,4% no valor 01/01/2020
DPVAT 2020 - TOFOLLI suspende Redução de até 85,4% no valor
 
FGTS destinará R$ 65,5 BI ao Financiamento de Habitação 31/12/2019
FGTS destinará R$ 65,5 BI ao Financiamento de Habitação
 
SALÁRIO MÍNIMO será de R$ 1.039 em 2020 01/01/2020
SALÁRIO MÍNIMO será de R$ 1.039 em 2020
 
CÂMBIO  Dólar comercial fecha em R$ 4,0098; e o Dólar Turismo, em R$ 4,180 30/12/2019
CÂMBIO Dólar comercial fecha em R$ 4,0098; e o Dólar Turismo, em R$ 4,180
 
RISCOS FISCAIS Exposição da União sobe R$ 570 BI (+13,7%) em 2019 e alcança R$ 4 TRI 30/12/2019
RISCOS FISCAIS Exposição da União sobe R$ 570 BI (+13,7%) em 2019 e alcança R$ 4 TRI
 
RUBLO é Refúgio na Guerra Comercial entre EUA-China, segundo Bloomberg 25/12/2019
RUBLO é Refúgio na Guerra Comercial entre EUA-China, segundo Bloomberg
 
DÍVIDAS BANCÁRIAS - 820 mil correntistas renegociaram R$ 4,5 BI em mutirão 25/12/2019
DÍVIDAS BANCÁRIAS - 820 mil correntistas renegociaram R$ 4,5 BI em mutirão
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites