Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quinta-Feira, Dia 30 de Janeiro de 2020 as 23:01:47



O MERCADO, 30.01: IBOVESPA sobe 0,12% a 115.528 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,257



Diário do Mercado na 5ª feira, 30.01.2020
 
Ibovespa reverte baixa no dia, seguindo tendência de Nova York
 
Comentário.
 
O índice doméstico passou por uma reviravolta positiva no dia. Inicialmente, temores com a propagação do “coronavírus” pelo mundo elevaram a aversão ao risco e induziram baixas nas bolsas norte-americanas e europeias, que contaminaram e derrubaram ainda mais a bolsa brasileira. Os investidores foram afetados logo cedo pela informação da OMS (Organização Mundial de Saúde) de emergência global por epidemia do “coronavírus”.
 
Todavia, na parte da tarde, após o órgão ter declarado que não impunha restrições nem a viagens e nem ao comércio com a China, os índices acionários avançaram nos EUA e levaram o Ibovespa a reverter a perda que se prenunciava, avançando com firmeza nas duas horas finais, para terminar em campo positivo.
 
Em suma, desde a semana passada, quando foi anunciada a doença, os mercados tem flutuado primordialmente ao sabor de notícias que envolvam este tópico.
 
No Brasil, o dólar comercial fechou cotado a R$ 4,2570 (+0,92%). Os juros futuros subiram em sua maioria, acompanhando a elevação do dólar, com destaque para as taxas curtas.
 
Ibovespa.
 
O índice abriu decaindo e ficou oscilando ao redor dos 113 mil pts (-2,07%) a maior parte do pregão. Contudo, após a declaração da OMS, subiu com giro nas duas horas finais de negociação.
 
O Ibovespa fechou na máxima, aos 115.528 pts (+0,12%), acumulando -2,41% na semana, -0,10% no mês (e no ano) e +19,11% em 12 meses. O preliminar volume financeiro da Bovespa foi de R$ 24,89 bilhões, sendo R$ 22,5 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 28 de janeiro (último dado disponível), a Bovespa registrou retirada líquida de capital estrangeiro de R$ 1,148 bilhão, com o saldo negativo subindo a -R$ 15,052 bilhões no mês.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IGP-M (inflação ao atacado) variou +0,48% em novembro versus +2,09% em dezembro, vindo abaixo do consenso de +0,54%. Os seus subíndices assim oscilaram: o IPA-M em +0,50% (+2,84% em dezembro); o IPC-M em +0,52% (+0,84% em dezembro); e o INCC-M em +0,26% (+0,14% em dezembro). O indicador passou a acumular +7,81% em 12 meses frente a +7,30% em dezembro de 2018.
 
Nos EUA, a prévia do PIB 4T18 (taxa anualizada) mostrou variação de +2,1% ante +2,1% no 3T18 - consenso em +2,0%. O Consumo das Famílias 4T18 (taxa anualizada) oscilou +1,8% versus +3,2% no 3T18 – consenso em +2,0%. No Reino Unido o BoE (Bank of England) manteve a taxa de juros em 0,75%.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) subiu com a procura dos investidores por “proteção”, diante doas preocupações com a disseminação do “coronavírus”, chegando a R$ 4,2710 (+1,25%), no iníco da tarde.
 
Mesmo arrefecendo depois, a divisa fechou em sua segunda maior cotação histórica, em R$ 4,2570 (+0,92%), acumulando +1,74% na semana, +6,11% no mês (e no ano) e +15,21% em 12 meses. O risco-país medido pelo CDS Brasil de 5 anos recuou para 99 pts ante 97 pts na véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros, cujo mercado se encerra mais cedo do que a bolsa, fecharam com elevação em praticamente todos os vencimentos. Destaque de alta para a ponta mais curta, que foi influenciada pela alta do dólar no dia, que sobrepujou no dia as apostas em novo corte da taxa Selic pelo Banco Central na próxima semana. Em relação ao pregão anterior, assim fecharam:
 
DI janeiro/2021 em 4,36% de 4,34%;
DI janeiro/2022 em 4,97% de 4,94%;
DI janeiro/2023 em 5,50% de 5,49%;
DI janeiro/2024 em 5,94% de 5,93%;
DI janeiro/2025 em 6,20% de 6,18%;
DI janeiro/2027 em 6,59% de 6,58%.
 
Agenda.
 
Brasil: Taxa de  desemprego, Resultados primário e nominal do setor público;
 
EUA: PCE - núcleo, Sentimento Univ de Michigan,
 
Alemanha: França: PIB, IPC;
 
Zona do euro: PIB;
 
Japão: taxa desemprego, Produção, industrial;
 
China: PMI Manufatura. 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado nesta 5ª feira, 30.01.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 28.05: IBOVESPA cai 1,13% a 86.949 pts. DÓLAR sobe a R$ 5,384 28/05/2020
O MERCADO, 28.05: IBOVESPA cai 1,13% a 86.949 pts. DÓLAR sobe a R$ 5,384
 
GUIA DE AÇÕES, 28.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 28/05/2020
GUIA DE AÇÕES, 28.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 27.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 27/05/2020
GUIA DE AÇÕES, 27.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 27.05: IBOVESPA subiu 2,90% a 87.946 pts DÓLAR cai a R$ 5,282 27/05/2020
O MERCADO, 27.05: IBOVESPA subiu 2,90% a 87.946 pts DÓLAR cai a R$ 5,282
 
COVID-19 Brasil e Mundo Monitoramento de Impactos em Setores da Economia 25.05.2020 25/05/2020
COVID-19 Brasil e Mundo Monitoramento de Impactos em Setores da Economia 25.05.2020
 
MAGAZINE LUIZA - Resultado no 1º trimestre/2020: EXCEPCIONAL 27/05/2020
MAGAZINE LUIZA - Resultado no 1º trimestre/2020: EXCEPCIONAL
 
GUIA DE AÇÕES, 26.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 26/05/2020
GUIA DE AÇÕES, 26.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 26.05: IBOVESPA cai 0,23% a 85.468 pts DÓLAR cai a R$ 5,358 26/05/2020
O MERCADO, 26.05: IBOVESPA cai 0,23% a 85.468 pts DÓLAR cai a R$ 5,358
 
BANCO INTER - Resultados no 1º Trimestre/2020: FRACO 24/05/2020
BANCO INTER - Resultados no 1º Trimestre/2020: FRACO
 
GUIA DE AÇÕES, 22.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 23/05/2020
GUIA DE AÇÕES, 22.05: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites