Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

10 de Fevereiro de 2014 as 00:02:23



CEMIG DISTRIBUIÇÃO - BB Investimentos analisa resultados do 3º trimestre/2013



BB Investimentos analisa Cemig Distribuição
 
A CEMIG Distribuição S.A. (CEMIG D) constitui uma subsidiária integral do Grupo Cemig, voltada à distribuição e comercialização de energia elétrica prestação de serviços correlatos), constituída em set/2004, no contexto da reestruturação do Grupo Cemig.
 
Trata-se de uma empresa de capital aberto, mas sem ações negociadas em bolsa de valores. A Companhia ocupa a 2ª posição no ranking das distribuidoras de energia do País (por faturamento) concessão de 567.478 Km² (cerca de 97% do Estado de Minas Gerais), atendendo a 7.631.376 consumidores, com participação de mercado de 8,5% (em faturamento).
 
Síntese Econômico-Financeira
 
A Empresa vem elevando a participação de dívidas no financiamento de suas atividades – com maior ênfase a emissões no mercado de capitais – e tem obtido bons resultados, refletidos não apenas na crescente geração de caixa, mas também na agregação de valor à empresa. Neste processo, merecem destaque a constituição de novos investimentos e a apuração de retornos favoráveis, frente ao perfil de sua captação operacional e financeiro.
 
Suas atividades encontram importante suporte na tradição de mais de 60 anos do Grupo Cemig no Estado de MG, com imagem institucional favorável, e nos próprios contratos de concessão – cujo comportamento se beneficia de relativa estabilidade de receitas e indexação de reajustes tarifários -, além da extensa rede de distribuição de energia.
 
Por outro lado, o descumprimento de cláusulas financeiras (covenants) observado ao longo de 2012 motivou uma momentânea reclassificação das dívidas da empresa no curto prazo, em dez/2012, mas, em face da concordância dos credores, retornaram aos prazos originais no início de 2013.
 
Paralelamente, o maior custo provocado pela aquisição de energia termelétrica afetou o comportamento do custo em 2012, mas a companhia conta com a possibilidade de repassar, posteriormente, o ônus aos clientes finais.
 
Ademais, é possível notar que a inadimplência comercial medida em sua carteira de clientes é historicamente elevada, em cerca de 27%, considerando-se atrasos superiores a 90 dias. O suprimento destes recursos e de outros demandados no giro é obtido principalmente por fontes operacionais, mas com apoio crescente das debêntures.
 
Conclusão
 
Como resultado, a adoção da estratégia voltada à maior alavancagem e à migração de fontes de captação vem apresentando bom desempenho, refletido pela contínua elevação dos ativos operacionais, com apoio em crescente geração de caixa e dos níveis de liquidez.
 
 
 
Confira no anexo o relatório de análise, na íntegra, dos resultados da CEMIG

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: BB BI





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 04.12: Ibovespa subiu 1,23% a 110.300 pts, Dólar estável em R$ 4,202 04/12/2019
O MERCADO, 04.12: Ibovespa subiu 1,23% a 110.300 pts, Dólar estável em R$ 4,202
 
O MERCADO, 02.12: IBOVESPA sobe 064% a 108.927 pts. DÓLAR cai a R$ 4,211 02/12/2019
O MERCADO, 02.12: IBOVESPA sobe 064% a 108.927 pts. DÓLAR cai a R$ 4,211
 
O MERCADO, 29.11 - R$ 8,2 BI de Capitais Externos deixam a bolsa B3 em Novembro 30/11/2019
O MERCADO, 29.11 - R$ 8,2 BI de Capitais Externos deixam a bolsa B3 em Novembro
 
MEGA SENA sorteia prêmio de R$ 44 Milhões neste sábado 30/11/2019
MEGA SENA sorteia prêmio de R$ 44 Milhões neste sábado
 
BRASKEM - Resultado no 3º trimestre de 2019: Negativo 30/11/2019
BRASKEM - Resultado no 3º trimestre de 2019: Negativo
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 28.11 Avalie se convém Investir 29/11/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 28.11 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 28.11: IBOVESPA sobe 0,54% a 108.290 pts. DÓLAR cai a R$ 4,215 28/11/2019
O MERCADO, 28.11: IBOVESPA sobe 0,54% a 108.290 pts. DÓLAR cai a R$ 4,215
 
O MERCADO, 26.11: IBOVESPA cai 1,26% a 107.059 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,244 27/11/2019
O MERCADO, 26.11: IBOVESPA cai 1,26% a 107.059 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,244
 
KLABIN DAY - Perspectiva Positiva para 2.020 26/11/2019
KLABIN DAY - Perspectiva Positiva para 2.020
 
O MERCADO, 25.11: IBOVESPA cai 0,25% a 108.423 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,214 26/11/2019
O MERCADO, 25.11: IBOVESPA cai 0,25% a 108.423 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,214
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites