Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia

01/09/2013 Domingo, Dia 01 de Setembro de 2013 as 18:09:19
PIB - Brasil poderá crescer 4,0% em 2014, afirma Mântega



Mantega diz que Brasil pode crescer 4% a partir de 2014
 
 
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou na 6ª feira última, 30.08, que o Brasil tem possibilidades de voltar a ter um crescimento econômico a uma taxa média anual de 4%, a partir de 2014.
 
Para ele, o bom desempenho previsto poderá vir de um incremento das exportações à medida que começam a surgir sinais de retomada do crescimento da economia internacional.
 
Em entrevista, na sede regional do Banco do Brasil, na capital paulista, Mantega fez uma análise dos resultados do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre que, segundo o IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, cresceu 1,5% em relação ao trimestre anterior.
 
“Esse crescimento, anualizando, representa como se a economia estivessse crescendo a uma velocidade de 6%”,
 
avaliou. O ministro classificou o desempenho do PIB como bom.
 
Na avaliação dele, em 2013 o país fechará com crescimento moderado.
 
“Nossa trajetória é de um crescimento moderado até o final do ano, mas 2014 tende a ser mais promissor”,
 
apontou Mantega citando os resultados que começam a surgir no cenário internacional.
 
Ele citou, por exemplo, a retomada da economia nos EUA, União Europeia e demais mercados que são consumidores de produtos brasileiros como os parceiros do Brasil no grupo dos Brics, como Índia, Rússia e China.
 
“Estamos na rota da recuperação econômica, com redução da taxa de juros se traduzindo em um dinamismo melhor”
 
ressaltou.


Fonte: Agência Brasil





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
IMPOSTO DE RENDA - Receita libera esta semana consulta a lote do IR retido na malha fina 26/01/2015
IMPOSTO DE RENDA - Receita libera esta semana consulta a lote do IR retido na malha fina
 
EXPECTATIVAS - Melhora o índice de confiança da indústria na economia brasileira 24/01/2015
EXPECTATIVAS - Melhora o índice de confiança da indústria na economia brasileira
 
CÂMBIO - Dólar fecha abaixo de R$ 2,60, a menor cotação desde 03.12 23/01/2015
CÂMBIO - Dólar fecha abaixo de R$ 2,60, a menor cotação desde 03.12
 
22/01/2015
SELIC - CNI e FIRJAN defendem o equilíbrio das contas públicas
 
COPOM eleva Selic a 12,25%, mas segue a luta política 21/01/2015
COPOM eleva Selic a 12,25%, mas segue a luta política
 
ENERGIA - Medidas para reforçar a oferta de energia no País 21/01/2015
ENERGIA - Medidas para reforçar a oferta de energia no País
 
21/01/2015
EMPREGO - indústrias paulistas evitam contratações no 1º semestre
 
CÂMBIO - Fluxo cambial de 2015 está negativo em US$ 94 milhões 21/01/2015
CÂMBIO - Fluxo cambial de 2015 está negativo em US$ 94 milhões
 
IMPOSTOS - Dilma Roussef f veta correção de 6,5% na tabela de IR 20/01/2015
IMPOSTOS - Dilma Roussef f veta correção de 6,5% na tabela de IR
 
COPOM - Comite decide nova taxa de juros SELIC nesta 4ª feira 20/01/2015
COPOM - Comite decide nova taxa de juros SELIC nesta 4ª feira