Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

Sábado, Dia 27 de Julho de 2013 as 01:07:51



PROGRAMA MAIS MÉDICOS - União apresenta 1ª defesa judicial do Programa



União apresenta primeira defesa judicial do Programa Mais Médicos
 
 
A Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou na 6ª feira, 26.07, a primeira defesa judicial da medida provisória que instituiu o Programa Mais Médicos.
 
Ação Judicial do Conselho Federalde Medicina
 
O documento foi protocolado na Justiça Federal no DF, e se refere à ação civil pública apresentada pelo CFM Conselho Federal de Medicina na última 6ª feira, 19.07.
 
De acordo com a AGU, os intercambistas que chegarem ao país por meio do Mais Médicos só poderão atuar nas atividades do programa, e qualquer outra atribuição exigirá a revalidação do diploma.
 
Intenso Processo de Avaliação
 
O órgão ainda informa que será feito "um intenso processo de avaliação" desses médicos pelas instituições de ensino superior participantes do projeto.
 
A AGU destaca que os intercambistas passarão por curso presencial de 120 horas assim que chegarem ao país, com aulas sobre aspectos legais do sistema de saúde brasileiro, funcionamento e atribuições do Sistema Único de Saúde, atenção básica em saúde e língua portuguesa.
 
De acordo com a entidade, os médicos serão avaliados durante o período de acolhimento para certificar que têm conhecimento de língua portuguesa e de situações práticas médicas no Brasil.
 
A entidade também questiona o uso de ação civil pública na Justiça Federal de primeira instância para contestar o programa, defendendo o acionamento do STF Supremo Tribunal Federal por meio de ação de inconstitucionalidade.
 
A AGU ainda argumenta que o CFM não tem legitimidade para questionar o programa na Justiça, atribuição que caberia aos conselhos regionais de Medicina.
 
Ações Judiciais da AMB,  da FENAM e de Jair Bolsonaro
 
Além desta ação, o Mais Médicos foi questionado na Justiça pelo menos quatro vezes. No STF, tramitam dois mandados de segurança – um do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), e outro da AMB Associação Médica Brasileira, que teve liminar rejeitada no início desta noite pelo ministro Ricardo Lewandowski.
 
A Justiça Federal também terá que analisar duas ações civis públicas propostas pela FENAM Federação Nacional dos Médicos e pela AMB. 


Fonte: Agência Brasil





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PACTO FEDERATIVO Reforma prevê Redução Salarial de 25% do Funcionalismo 27/01/2021
PACTO FEDERATIVO Reforma prevê Redução Salarial de 25% do Funcionalismo
 
ELETROBRAS - Presidente confirma demissão e defende privatização 25/01/2021
ELETROBRAS - Presidente confirma demissão e defende privatização
 
DIREITA sai às ruas em favor do Impeachment de B-17 25/01/2021
DIREITA sai às ruas em favor do Impeachment de B-17
 
ATHLETICO PR 2x1 FLAMENGO na Arena da Baixada, em Curitiba 24/01/2021
ATHLETICO PR 2x1 FLAMENGO na Arena da Baixada, em Curitiba
 
CARREATAS PELO BRASIL Manifestantes exigem Impeachment de B-17 24/01/2021
CARREATAS PELO BRASIL Manifestantes exigem Impeachment de B-17
 
NOTA DE AUGUSTO ARAS é a Senha para o GOLPE por B-17, segundo ministros do STF 21/01/2021
NOTA DE AUGUSTO ARAS é a Senha para o GOLPE por B-17, segundo ministros do STF
 
ASTRAGENICA Brasil e África do Sul pagam à Índia valor 250% superior ao de países europeus 23/01/2021
ASTRAGENICA Brasil e África do Sul pagam à Índia valor 250% superior ao de países europeus
 
LEWANDOWISKY determina que ANVISA informe sobre Análise da Vacina Russa SPUTNIK V 21/01/2021
LEWANDOWISKY determina que ANVISA informe sobre Análise da Vacina Russa SPUTNIK V
 
O INOMINÁVEL cumprimenta enfim JOE BIDEN 20/01/2021
O INOMINÁVEL cumprimenta enfim JOE BIDEN
 
HUMAN RIGHT WATCH acusa B-17 de Sabotagem de Medidas Públicas de Saúde contra Pandemia 20/01/2021
HUMAN RIGHT WATCH acusa B-17 de Sabotagem de Medidas Públicas de Saúde contra Pandemia
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites