Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

03 de Abril de 2024 as 14:31:36



PRODUÇÃO INDUSTRIAL EM SP acumula crescimento de 4,3% em 2024


FIESP observa um movimento espraiado de recuperação da produção industrial em SP, começando por bens de consumo duráveis e seguindo para outros segmentos da indústria
 
Produção industrial em SP acumula crescimento de 4,3% no ano
Informação foi divulgada nesta quarta-feira pela Fiesp
 
A produção industrial no estado de São Paulo acumula um crescimento de 4,3% no ano, de acordo com dados da FIESP Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.
 
Mesmo com as duas variações negativas na passagem mensal registradas em janeiro de 2024 (-1,5%) e fevereiro 2024 (-0,3%), o crescimento de 4,3% nos últimos 12 meses se deu devido à base de comparação, segundo a Fiesp.
 
Esse resultado mostra elevação da produção mais forte da indústria extrativa (+6,1%), se comparado com a indústria de transformação (+4,0%), mantendo a tendência que predominou durante o ano de 2023.
 
Análise do cenário realizada por técnicos da Fiesp mostra que na indústria de transformação é possível observar um movimento espraiado de recuperação, começando por bens de consumo duráveis (+5,2%), seguido por bens intermediários (+4,8%), bens de consumo semi e não duráveis (+5,2%) e bens de capital (+3,6%), dados gerados pela comparação entre janeiro e fevereiro de 2023 nas séries originais.
 
Queda de juros
 
A resposta da produção industrial ao movimento em curso de queda da taxa de juros, tende a ganhar força na segunda metade do ano, devido aos efeitos defasados da política monetária que  pode contribuir para esse movimento a expansão da massa salarial.
 
A Fiesp projeta aumento de 2,2% da produção industrial em 2024. Os resultados de estudo sobre a produção divulgado pela federação paulista mostram um pequeno recuo de 0,3% entre janeiro e fevereiro, nos dados com ajuste sazonal. Entretanto, frente a fevereiro de 2023 houve crescimento de 5,0%.
 
O resultado do mês veio levemente abaixo da projeção mensal da Fiesp (-0,1%) e foi influenciado pela combinação de queda na indústria extrativa (-0,9%) e estabilidade na indústria de transformação.
 
Em 12 meses, o setor avança 1,0% e permanece defasada em 1,1% na comparação com o patamar pré-pandemia, registrado em fevereiro de 2020.
 
Entre os setores de atividade que registraram as maiores contribuições positivas no mês de fevereiro destacam-se veículos automotores, reboques e carrocerias (+6,5%) e celulose, papel e produtos de papel (+5,8%).
 
Já as influências negativas mais relevantes no mês de fevereiro foram produtos químicos (-3,5%), indústrias extrativas (-0,9%) e produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-6,0%).


Fonte: AGENCIA BRASIL.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PETROBRAS esclarece o processo de indicação de nova presidência da Empresa 17/05/2024
PETROBRAS esclarece o processo de indicação de nova presidência da Empresa
 
ATA DO COPOM - BC vê alta de expectativas de inflação e não indica corte de juros 14/05/2024
ATA DO COPOM - BC vê alta de expectativas de inflação e não indica corte de juros
 
MAGDA CHAMBRIAND indicada pelo Governo a presidência da PETROBRAS 16/05/2024
MAGDA CHAMBRIAND indicada pelo Governo a presidência da PETROBRAS
 
PETROBRAS : Prates pede que Conselho avalie fim de seu mandato 15/05/2024
PETROBRAS : Prates pede que Conselho avalie fim de seu mandato
 
DÓLAR sobe a R$5,137 em 15.05; e IBOVESPA cai 0,38% 15/05/2024
DÓLAR sobe a R$5,137 em 15.05; e IBOVESPA cai 0,38%
 
GOVERNO LULA anuncia R$ 50,9 BI em medidas para o RS 10/05/2024
GOVERNO LULA anuncia R$ 50,9 BI em medidas para o RS
 
BNDES lucra R$ 2,7 BI e amplia Carteira de Crédito no 1º trimestre 10/05/2024
BNDES lucra R$ 2,7 BI e amplia Carteira de Crédito no 1º trimestre
 
IPCA - Inflação Oficial fica em 0,38% em abril/2024 10/05/2024
IPCA - Inflação Oficial fica em 0,38% em abril/2024
 
DÓLAR sobe 1,0% a R$ 5,14 em 09.04 e IBOVESPA após divisão do Copom 09/05/2024
DÓLAR sobe 1,0% a R$ 5,14 em 09.04 e IBOVESPA após divisão do Copom
 
Governo anuncia R$ 50,9 BI em medidas para o Rio Grande do Sul 09/05/2024
Governo anuncia R$ 50,9 BI em medidas para o Rio Grande do Sul
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites