Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

14 de Outubro de 2021 as 20:35:45



DÓLAR sobe a R$ 5,516. IBOVESPA recuou 0,24% a 113.185 pts



Dólar sobe para R$ 5,51, apesar de intervenção do BC
 
Bolsa descola-se de mercados internacionais e cai 0,24%
 
Num dia de oscilações, o dólar subiu e a bolsa caiu, descolando-se dos mercados internacionais. A intervenção do Banco Central (BC) no câmbio não conseguiu fazer a moeda norte-americana cair. A bolsa não acompanhou a alta dos índices norte-americanos e fechou em baixa.
 
Dólar
 
O dólar comercial encerrou esta 5ª feira, 14.10, vendido a R$ 5,516, com pequena alta de 0,13%. A cotação chegou a cair durante a manhã, após o BC leiloar US$ 1 bilhão em contratos de swap cambial, que equivale à venda de dólares no mercado futuro. No entanto, a queda perdeu força e a moeda operou em leve alta durante quase toda a tarde.
 
A divisa acumula alta de 1,28% em outubro. No ano, a valorização chega a 6,31%.
 
Ibovespa e bolsa B3
 
No mercado de ações, o dia foi parecido. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 113.185 pontos, com recuo de 0,24%. Até o início da tarde, o indicador alternou altas e baixas, mas passou a cair após as 12h.
 
A bolsa brasileira não seguiu os índices de Nova York, que fecharam em alta superior a 1,5%, impulsionados pela divulgação do balanço de empresas norte-americanas.
 
Auxílio Emergencial
 
Dois fatores contribuíram para a instabilidade no mercado financeiro brasileiro. O primeiro são as negociações para uma eventual prorrogação do auxílio emergencial, em meio ao atraso na tramitação da reforma do Imposto de Renda e na proposta de emenda à Constituição (PEC) que parcela os precatórios.
 
ICMS 
 
O segundo fator foi a aprovação na 4ª feira, 13.10, à noite do projeto de lei que muda a cobrança do ICMS Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços sobre os combustíveis.
 
Para os analistas de mercado, a medida deverá provocar prejuízos para os estados, dificultando o reequilíbrio das contas públicas nos governos locais.


Fonte: AGENCIA BRASIL.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUEDES reconhece que JUROS ALTOS traz Desaceleração na Economia 04/12/2021
GUEDES reconhece que JUROS ALTOS traz Desaceleração na Economia
 
GUIA DE AÇÕES, 03.12.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 03/12/2021
GUIA DE AÇÕES, 03.12.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
ENDIVIDAMENTO - 73,5% das Famílias Paulistanas estão com Dívidas 03/12/2021
ENDIVIDAMENTO - 73,5% das Famílias Paulistanas estão com Dívidas
 
PRODUTIVIDADE - Indicador da indústria cai 1,3%, no 3º trimestre 03/12/2021
PRODUTIVIDADE - Indicador da indústria cai 1,3%, no 3º trimestre
 
IBGE - Pesquisa mostra enfraquecimento do mercado de trabalho em 2020 00/00/0000
IBGE - Pesquisa mostra enfraquecimento do mercado de trabalho em 2020
 
ORÇAMENTO 2022 - Comissão Mista aprova Acréscimo de R$ 72 bi para 2022 02/12/2021
ORÇAMENTO 2022 - Comissão Mista aprova Acréscimo de R$ 72 bi para 2022
 
CNI: 7 em cada 10 Indústrias têm Dificuldades para Comprar Insumo 02/12/2021
CNI: 7 em cada 10 Indústrias têm Dificuldades para Comprar Insumo
 
VENDAS DE NATAL devem garantir crescimento de 5% no varejo paulista 02/12/2021
VENDAS DE NATAL devem garantir crescimento de 5% no varejo paulista
 
BRASIL EM RECESSÃO - PIB caiu 0,1% no 3º trimestre de 2021 02/12/2021
BRASIL EM RECESSÃO - PIB caiu 0,1% no 3º trimestre de 2021
 
BRASIL tem 13,5 Milhões de Desempregados, 30.7 Milhões Subutilizados e 5 Milhões de Desalentados 30/11/2021
BRASIL tem 13,5 Milhões de Desempregados, 30.7 Milhões Subutilizados e 5 Milhões de Desalentados
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites