Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

20 de Julho de 2021 as 02:07:21



PEGASUS - Em Fúria, os Adversários Políticos espionados por Clientes da NSO



Preocupações de que o software de invasão telefônica pode ter sido usado para espionar adversários políticos despertam fúria
 
Revelações sobre o uso de ferramentas de espionagem vendidas a governos pelo NSO Group provocaram furiosas discussões políticas em todo o mundo na segunda-feira depois que surgiram evidências que sugerem que os clientes da empresa de vigilância podem ter procurado atingir seus oponentes políticos.
 
Em meio à crescente preocupação com o aparente abuso do poderoso spyware de hackers da NSO, a Pegasus, a Amazon confirmou que já havia cortado alguns de seus laços com a empresa de vigilância israelense. O preço das ações da Apple caiu em meio a preocupações com a privacidade e segurança de seus aparelhos.
 
A NSO afirma que suas ferramentas de vigilância são vendidas para clientes governamentais cuidadosamente examinados que só podem usá-los para investigações legítimas sobre crime e terrorismo. No entanto, o projeto Pegasus, um consórcio de meios de comunicação incluindo o Guardian, revelou que:
 
 Pelo menos 50 pessoas próximas ao presidente do México, Andrés Manuel López Obrador – incluindo sua esposa, filhos, assessores e médico – foram incluídas na lista de possíveis alvos quando ele era político da oposição.
 
 Rahul Gandhi, o mais proeminente rival político do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, foi duas vezes selecionado como um alvo potencial em dados de número de telefone vazados.
 
 Carine Kanimba, a filha americana de Paul Rusesabagina, a ativista ruandesa presa que inspirou o filme Hotel Ruanda, foi vítima de vários ataques usando spyware NSO, de acordo com uma análise forense de seu celular, embora Ruanda negue que tem a tecnologia NSO.
 
 O delator Edward Snowden disse que temia que a Pegasus fosse potencialmente tão poderosa que e spyware como deveria ser banido da venda internacional. "Se eles encontrarem uma maneira de hackear um iPhone, eles encontraram uma maneira de hackear todos eles", disse Snowden, argumentando que o spyware deve ser tratado de forma semelhante às armas nucleares, onde o comércio da tecnologia é fortemente restrito.
 
O preço das ações da Apple caiu 2,4% na hora do almoço, em meio a preocupações de que o software Pegasus da NSO possa se infiltrar e assumir as versões mais recentes dos iPhones sem um único clique de seu proprietário. O software spyware, que também pode infectar dispositivos Android usando diferentes explorações, pode extrair e monitorar secretamente o conteúdo de um dispositivo, potencialmente ligando seu microfone para fins de vigilância.
 
A Apple insiste que lidera o setor em inovação em segurança e insiste que os iPhones são "o dispositivo móvel de consumo mais seguro e seguro do mercado".
 
A Amazon disse que parou de fornecer serviços de rede para a NSO assim que soube de potenciais abusos de sua tecnologia, confirmando que "agiu rapidamente para desligar a infraestrutura e as contas relevantes".
 
Enquanto isso, as revelações sobre uma possível espionagem política provocaram uma reação em vários países.
 
O ex-presidente mexicano Felipe Calderón disse que estava sujeito a "uma violação injustificável dos direitos [de alguém] quando soube que poderia ter sido selecionado para um alvo em potencial, não muito depois de sua esposa, Margarita Zavala, anunciar uma candidatura à presidência com o partido de direita Ação Nacional em 2015. Zavala e membros de sua equipe de campanha também foram selecionados para possíveis alvos, de acordo com os dados vazados.
 
Na Hungria, onde o governo de Viktor Orbán é acusado de usar o software de hackers da NSO contra jornalistas, deputados da oposição disseram que convocariam uma reunião extraordinária do comitê de segurança nacional do Parlamento para discutir as alegações.
 
"Se alguma parte disso for verdade, mesmo metade disso, é um dos mais profundos escândalos de segurança nacional que já vi",
 
disse o deputado da oposição Péter Ungár, que faz parte do comitê.
 
Em resposta, a vice-primeira-ministra da Hungria, Katalin Novák, disse que "não gostaria de comentar os rumores da imprensa", enquanto o ministro das Relações Exteriores, Péter Szijjártó, disse que a inteligência estrangeira húngara não usava a Pegasus, e ele "não estava ciente" se as agências domésticas o usavam.
 
Os líderes europeus também expressaram ansiedade sobre a implantação do NSO na Europa, com um pedindo aos deputados que realizassem seu próprio inquérito.
 
"Chega de 'profundamente preocupado' ... a UE tem uma ditadura crescendo dentro dela", escreveu o deputado, ex-primeiro-ministro belga e crítico de longa data de Orbán, Guy Verhofstadt, no Twitter, em resposta às alegações do projeto Pegasus. "Precisamos de um inquérito completo do parlamento europeu!"
 
"A liberdade de imprensa é um valor fundamental da União Europeia",
 
disse a chefe da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na segunda-feira durante uma visita a Praga. Ela disse que se as alegações fossem verdadeiras,
 
"é completamente inaceitável".
 
Na Índia, o partido de oposição do Congresso acusou o governo de Narendra Modi de ser o "implantador e executor" de uma "rede de espionagem".
 
"Se suas informações estão corretas, a escala e a natureza da vigilância que você descreve vai além de um ataque à privacidade dos indivíduos. É um ataque aos fundamentos democráticos do nosso país. Deve ser investigado minuciosamente e os responsáveis sejam identificados e punidos",
 
disse Gandy.
 
O governo indiano negou qualquer irregularidade. O ministro de TI Ashwini Vaishnaw negou os relatórios da mídia "exagerados", que ele descreveu como "uma tentativa de difamar a democracia indiana e suas instituições bem estabelecidas".  Mas algumas horas depois surgiu que Vaishnaw também estava entre aqueles cujos números haviam sido selecionados como um alvo potencial, em 2017, antes de ser eleito deputado.
 
O NSO Group sempre disse que não tem acesso aos dados das metas de seus clientes. Em declarações emitidas por meio de advogadosde ti, a NSO disse que o consórcio de relatórios de projetos Pegasus havia feito "suposições incorretas" sobre quais clientes usam a tecnologia da empresa. Ele disse que os dados vazados não poderiam ser uma lista de números "direcionados pelos governos que usam a Pegasus.
 
Em seus primeiros comentários públicos desde que a mídia começou as divulgações, Shalev Hulio, fundador e executivo-chefe da NSO, disse que continuou a contestar que os dados vazados "têm alguma relevância para a NSO", mas acrescentou que estava "muito preocupado" com os relatórios e prometeu investigar todos eles.
 
"Entendemos que, em algumas circunstâncias, nossos clientes podem usar indevidamente o sistema",
 
disse Hulio.
 
Confira AQUI a íntegra do texto em inglês em THE GUARDIAN
 


Fonte: THE GUARDIAN. Tradução e copidescagem da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
IRÃ NA ONU: 21/09/2021
IRÃ NA ONU: "Sistema Hegemônico "EUA" Não Tem Credibilidade, Dentro ou Fora Do País"
 
XI JINPING na ONU: 21/09/2021
XI JINPING na ONU: "O Sucesso de um País Não Tem que Significar o Fracasso de Outro
 
ONU Secretário Geral pede Cooperação: 21/09/2021
ONU Secretário Geral pede Cooperação: "O Mundo Nunca Enfrentou Tantas Ameaças"
 
BIDEN NA ONU assegurou que EUA não buscam Nova Guerra Fria 21/09/2021
BIDEN NA ONU assegurou que EUA não buscam Nova Guerra Fria
 
BOLSONARO e BORIS JOHNSON conversaram nesta 2ª feira em NY 20/09/2021
BOLSONARO e BORIS JOHNSON conversaram nesta 2ª feira em NY
 
ONU - Assembleia Geral nesta 3ª feira. Expectativa para discursos de Bolsonaro e Biden 21/09/2021
ONU - Assembleia Geral nesta 3ª feira. Expectativa para discursos de Bolsonaro e Biden
 
SHAME Sem Vacina, B-17 Almoça Pizza em Pé do Lado de Fora do Restaurante em NY 21/09/2021
SHAME Sem Vacina, B-17 Almoça Pizza em Pé do Lado de Fora do Restaurante em NY
 
ARGENTINA - Kirchner ordenou a renúncia de ministros face a Resultado Eleitoral 17/09/2021
ARGENTINA - Kirchner ordenou a renúncia de ministros face a Resultado Eleitoral
 
FRANÇA - Com Vacinação Obrigatória, País Suspende Milhares de Profissionais de Saúde 17/09/2021
FRANÇA - Com Vacinação Obrigatória, País Suspende Milhares de Profissionais de Saúde
 
EUA enfurecem a FRANÇA no acordo de Submarinos Nucleares com AUSTRÁLIA 17/09/2021
EUA enfurecem a FRANÇA no acordo de Submarinos Nucleares com AUSTRÁLIA
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites