Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

22 de Setembro de 2020 as 14:09:20



O MERCADO AGORA 22.09.2020 VOLATILIDADE COM CAUTELA



Conexão Mercado – AGORA – 22.09.2020
 
Mercado Externo
 
Volatilidade com cautela marca a manhã nos mercados externos
 
► No exterior, mercados operam voláteis com investidores avaliando o cenário global.
 
► Em seu discurso na ONU, Trump disparou críticas à China e voltou a responsabilizar o país asiático pela pandemia. A atuação chinesa na área ambiental também foi alvo de críticas, ressaltou ainda que se a ONU quiser ser uma organização eficaz, deve focar no real problema do mundo.
 
► Ainda na Assembleia Geral da ONU, Xi Jinping , presidente chinês, afirmou que seu país não deseja nenhum tipo de guerra com qualquer país, e as diferenças serão resolvidas no diálogo e com negociação.
 
► Sobre os discursos de membros do Fed, Evans afirmou que a política fiscal tem sido um apoio importante e que sem esse apoio a dinâmica da recessão pode ocorrer com mais força nos EUA.
 
► Mnuchin, secretário do Tesouro dos EUA, em seu discurso na Câmara, frisou que o foco do novo pacote fiscal deve ser em empresas, especialmente as pequenas.
 
► Quanto aos indicadores, nos EUA as vendas de moradias usadas cresceram 2,4% em agosto, o resultado veio em linha com as projeções. Na Europa, a prévia da confiança do consumidor referente à setembro apontou queda de 12,9% (resultado veio melhor que o esperado, -14,6%).
 
► Bolsas: Em NY, os índices operam voláteis orbitando em torno da estabilidade. Destaque de alta para o setor financeiro.
 
► Juros: Yields dos treasuries operam em queda, com a parte intermediária e longa oscilando em torno da estabilidade. 
 
► Câmbio: Diante de certa cautela, o índice DXY opera em alta. Já frente as moedas emergentes, o dólar opera misto, corrigindo parte da alta observada ontem.
 
Mercado Interno
 
Bolsa e câmbio em linha com externo e juros reagem à Ata do Copom
 
► No Brasil, os mercados operam em tom de cautela, apesar do ambiente mais ameno no exterior. A exceção fica para os DIs, que reagem ao tom da Ata do Copom.
 
► Na Ata, o BC reconheceu que a inflação tende a subir no curto prazo em função da alta dos preços dos alimentos, mas pondera que segue significativamente abaixo da meta e que se a trajetória das contas públicas continuar dentro das expectativas, ainda há espaço para novo corte da Selic.
 
► O secretário do Tesouro, Bruno Funchal, declarou hoje que o país não tem espaço para errar na gestão das contas públicas no pós-pandemia e que a elevação recente dos prêmios de risco na curva de juros é um sinal de alerta.
 
► Já sobre a baixa demanda por LFTs e a possibilidade da Selic a 2% estar afetando a colocação da dívida, o coordenador-geral de Operações de Dívida Pública, Luis Felipe Vital, se limitou a mencionar que juros baixos é a nova realidade no mundo inteiro
 
Dólar: opera em alta frente ao real, em dia de movimento misto da divisa americana antes as demais moedas emergentes e cenário mais ameno no exterior, no momento cotado em torno de R$ 5,42.
 
► Juros: operam em queda desde a abertura, em linha com a Ata do Copom, considerada dovish pelo mercado, descolando-se do câmbio e do movimento de alta dos últimos dias.
 
► Ibovespa: opera em leve queda, abaixo dos 97 mil pts, em linha com os pares de NY. Permanecem as preocupações com o novo avanço do coronavírus e possibilidade de adoção de novas medidas de restrições no cenário global.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório a resepeito, elaborado por Roger Marçal, Gerente, Clara Cerqueira e Romulo Ramos Alves, do BB DIMEF
 

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: Roger Marçal, Gerente, Clara Cerqueira e Romulo Ramos Alves, do BB DIMEF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
OS MERCADOS FECHAMENTO em 20.10.2020 Expectativa de Pacote Fiscal nos EUA 20/10/2020
OS MERCADOS FECHAMENTO em 20.10.2020 Expectativa de Pacote Fiscal nos EUA
 
GUIA DE AÇÕES, 15.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 16/10/2020
GUIA DE AÇÕES, 15.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
CONEXÃO MERCADO Análise Semanal: Retrospectiva e Perspectivas: de 19 a 23.10.2020 17/10/2020
CONEXÃO MERCADO Análise Semanal: Retrospectiva e Perspectivas: de 19 a 23.10.2020
 
OS MERCADOS - Fechamento em 16.10.2020: Incertezas Fiscais trazem Cautela 17/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 16.10.2020: Incertezas Fiscais trazem Cautela
 
OS MERCADOS - Fechamento em 15.10.2020: Propensão ao Risco 15/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 15.10.2020: Propensão ao Risco
 
GUIA DE AÇÕES, 14.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 15/10/2020
GUIA DE AÇÕES, 14.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
O MERCADO AGORA, 13H30 em 15.10.2020: De Olho no Ambiente Global 15/10/2020
O MERCADO AGORA, 13H30 em 15.10.2020: De Olho no Ambiente Global
 
MERCADOS - Abertura em 15.10.2020: O mesmo tom cauteloso do exterior 15/10/2020
MERCADOS - Abertura em 15.10.2020: O mesmo tom cauteloso do exterior
 
OS MERCADOS - Fechamento em 14.10.2020: Cautela, em linha com exterior 15/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 14.10.2020: Cautela, em linha com exterior
 
NEYMAR supera Ronaldo e se torna 2º Maior Artilheiro da Seleção 15/10/2020
NEYMAR supera Ronaldo e se torna 2º Maior Artilheiro da Seleção
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites