Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Terça-Feira, Dia 19 de Maio de 2020 as 22:05:51



O MERCADO, 19.05: IBOVESPA cai 0,56% a 80.742 pts DÓLAR sobe a R$ 5,760



Diário do Mercado na 3ª feira, 19.05.2020
 
Ibovespa termina recuando com incertezas externas
 
Comentário. 
 
O índice doméstico acabou cedendo, mas deu a entender que prosseguiria com a elevação do dia anterior, no qual subiu mais de 4%, operando positivo a maior parte do pregão, decaindo na hora final.
 
Vale ressaltar, mais uma vez que o Ibovespa vem navegando, basicamente, em termos de fechamento, entre 75 mil pts e 83 mil pts, desde o último dia 7 de abril. Internamente, o mercado ficou sem saber se haveria expediente na Bovespa por conta dos feriados antecipados decretados na cidade de São Paulo, a partir de amanhã (dia 20), que tem possibilidade de se prolongarem até a próxima segunda-feira, dia 25.
 
Mas, na parte da tarde, ficou esclarecido que os mercados poderão funcionar normalmente. Externamente, o clima entre os investidores terminou pesando, com a declaração do presidente do Fed nos EUA, que a economia local só retomará a normalidade com a descoberta de uma vacina.
 
Por sua vez, o otimismo sobre uma vacina foi abalado com o surgimento de dúvidas em relação aos testes anunciados na véspera - e considerados promissores, de uma farmacêutica.
 
Os preços futuros para julho dos barris de petróleo fecharam divergentes, com o tipo Brent em US$ 34,65 (-0,46%) e o tipo WTI em US$ 31,96 (+0,98%). Em suma, após três sessões consecutivas de ganhos, os índices acionários em Nova York operaram instáveis, sofreram realizações e findaram em baixa, contaminando de modo desfavorável as demais bolsas pelo mundo.
 
O dólar comercial esteve oscilante, mas encerrou em alta, valendo R$ 5,7600 (+0,70%). Os juros futuros arrefeceram, derrubando como um todo sua curva de estrutura a termo.   
 
Ibovespa.
 
O índice principiou oscilante e depois firmou-se em alta, acima dos 81 mil pts, até a hora final. A partir daí, sucumbiu junto com as bolsas norte-americanas, que sofreram realizações finais. Ponderadamente, Vale e ações do varejo digital (e-commerce) se sobressaíram positivamente, enquanto papéis do setor de bancos tiveram destaque negativo.
 
O Ibovespa fechou aos 80.742 pts (-0,56%), acumulando +0,29% no mês, -30,18% ano e -10,28% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da bolsa foi de R$ 24,866 bilhões, sendo R$ 24,405 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 15 de maio, a Bovespa apurou retirada líquida de R$ 1,854 bilhão, acumulando saída líquida de -R$ 8,267 bilhões no mês (após saque líquido de -R$ 5,069 bilhões em abril). Em 2020, acumula agora saldo negativo de -R$ 77,674 bilhões (acima a saída líquida anual recorde de -R$ 44,517 bilhões em 2019).
 
Agenda Econômica.
 
O IPC-Fipe, que mensura a inflação na cidade de São Paulo, apresentou deflação de -0,47% na quadrissemana até 15 de maio, versus -0,40% no período anterior, menor do que o consenso, em -0,38%.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) denotou trajetória errática, oscilando inicialmente na incerteza do funcionamento dos mercados. Depois, com a piora do humor externo, acabou firmando-se em alta, mas somente na meia hora final.
 
A moeda fechou cotada a R$ 5,7600 (+0,70%), acumulando -1,34% na semana, +5,94% no mês +43,57% no ano e +40,49% em 12 meses.
 
Risco-País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) passou a 331 pts ante 332 pts do dia anterior.
 
Juros.
 
Os juros futuros arrefeceram e derrubaram como um todo sua curva de estrutura a termo. Os recentes dados de inflação e crescimento seguiram dando o tom ao movimento. Assim fecharam as taxas em relação ao dia anterior:
 
DI julho/2020     em  2,749% de 2,750%;
DI outubro/2020 em 2,53% de 2,54%;
DI janeiro/2021 em  2,53% de 2,54%;
DI janeiro/2022 em  3,39% de 3,42%;
DI janeiro/2023 em  4,54% de 4,58%;
DI janeiro/2025 em  6,51% de 6,59%;
DI janeiro/2027 em  7,61% de 7,67%.
 
Agenda. vide página 3 do relatório anexo.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 3ª feira, 19.03.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 15.07: IBOVESPA sobe 1,67% a 102.113, DÓLAR, a R$ 5,3763 15/07/2020
O MERCADO, 15.07: IBOVESPA sobe 1,67% a 102.113, DÓLAR, a R$ 5,3763
 
GUIA DE AÇÕES, 15.08: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 15/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 15.08: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 14.07: IBOVESPA se recupera e segue NY 14/07/2020
O MERCADO, 14.07: IBOVESPA se recupera e segue NY
 
GUIA DE AÇÕES, 14.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 14/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 14.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 13.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 13/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 13.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 13.07: IBOVESPA cai 1,33% a 98.697 pts por efeito da Covid-19 nos EUA 13/07/2020
O MERCADO, 13.07: IBOVESPA cai 1,33% a 98.697 pts por efeito da Covid-19 nos EUA
 
GUIA DE AÇÕES, 10.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 10/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 10.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 10.07: IBOVESPA retorna aos 100.000 pts; DÓLAR cai a R$ 5,3213 10/07/2020
O MERCADO, 10.07: IBOVESPA retorna aos 100.000 pts; DÓLAR cai a R$ 5,3213
 
GUIA DE AÇÕES, 09.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 10/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 09.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 08.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 08/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 08.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites