Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

09 de Abril de 2020 as 03:04:20



O MERCADO, 08.04: IBOVESPA sobe 2,97% a 78.624 pts. DÓLAR cai a R$ 5,142



Diário do Mercado na 4ª feira, 08.04.2020
 
Ibovespa tem terceiro pregão favorável junto com Nova York
 
Comentário.
 
O índice doméstico prosseguiu reagindo e subiu pela terceira sessão seguida, mais uma vez apoiado nas escaladas dos índices norte-americanos.  Sem maiores apreciações sobre o noticiário e os indicadores internos, o exterior foi preponderante. 
 
No Ibovespa, papéis que haviam tido baixas maiores nas recentes quedas, considerados “descontados” pelo mercado, se sobressaíram, em uma recomposição de posicionamentos em carteiras.
 
Nos EUA, apesar de ainda estar em ascensão a trajetória do coronavírus, com destaque para Nova York, os agentes já vaticinam que o pico será antes do final deste mês de abril. Nesta percepção, houve retorno antecipado do apetite ao risco, que foi levantando as Bolsas em Wall Street ao longo do dia.
 
A recuperação se acentuou do meio da tarde em diante com a notícia que o candidato democrata à presidência dos EUA, Bernie Sanders, visto com certa desconfiança pelo mercado local, havia desistido de concorrer nas prévias do partido, deixando a vaga para o candidato Joe Biden. A eleição será no próximo dia 3 de novembro, na qual o atual presidente, Donald Trump tentará a reeleição.
 
O barril de petróleo também subiu: o futuro para junho do tipo Brent em +3,04%, para US$ 32,84; e o tipo WTI em +6,18%, para US$ 25,09, com expectativa de ocorra corte da produção na reunião da chamada OPEP+ nesta 5ª feira.
 
Em suma, os mercados seguem adiante tão somente corrigindo as quedas excessivas dos preços dos ativos. 
 
O dólar comercial baixou pela terceira sessão seguida, encerrando a R$ 5,1420 (-1,64%). Os juros futuros curtíssimos ficaram “de lado”, mas os demais recuaram.
 
Ibovespa.
 
O índice principiou oscilante ao redor da estabilidade, mas após a primeira hora de negócios firmou-se em campo positivo e seguiu ascendendo, com a elevação se acentuando do meio da tarde em diante – em verdade, passou o pregão colado na trajetória do índice S&P500.
 
O Ibovespa fechou aos 78.624 pts (+2,97%), acumulando +13,07% na semana, +7,68% no mês, -32,01% ano e -19,25% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 22,1 bilhões, sendo R$ 20,1 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 4 de abril, a Bovespa registrou entrada líquida de capital estrangeiro de R$ 401,092 milhões, acumulando saída líquida de R$ 1,971 bilhão no mês (após retirada líquida mensal recorde de R$ 24,207 bilhões em março). Em 2020, acumula saldo negativo de -R$ 66,309 bilhões (acima a saída líquida recorde de -R$44,517 bilhões em 2019).
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IGP-M na 1ª prévia de abril variou +1,05% ante +0,15% na 1ª prévia de março, acumulando +2,76% no ano e +6,95% em 12 meses. Assim oscilaram seus subíndices: o IPA-M em +1,43% (+0,20% na 1ª prévia de março); o IPC-M em +0,33% (-0,06% na 1ª prévia de março); e o INCC-M em +0,16% (+0,34% na 1ª prévia de março).
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) decaiu pela terceira sessão seguida, com a menor aversão ao risco. O real denotou a maior valorização no dia, entre seus pares, no mercado internacional frente ao dólar. O Banco Central vendeu US$ 296,5 milhões em leilão de swap cambial, de uma oferta total de US$ 500 milhões.
 
A moeda encerrou a R$ 5,1420  (-1,64%), acumulando -3,44% na semana, -1,04% no mês, +28,17% no ano e +33,59% em 12 meses.
 
Risco-País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) cedeu a 296 pts ante 318 pts anterior.
 
Juros.
 
Os juros futuros curtíssimos ficaram quase estáveis, enquanto os demais recuaram, com destaque para os contratos intermediários. O melhor panorama externo, que contagiou o doméstico, e o recuo do dólar, com menor aversão ao risco, foram preponderantes. Assim findaram as taxas em relação ao dia anterior:
 
DI julho/2020 em 3,34%;
DI janeiro/2021 em 3,21%;
DI janeiro/2022 em 4,02% de 4,06%;
DI janeiro/2023 em 5,25% de 5,36%;
DI janeiro/2025 em 6,81% de 6,96%;
DI janeiro/2027 em 7,60% de 7,74%.
 
Agenda. vide página 3 do relatório anexo.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório sobre o comportamento do mercado na 4ª feira, 08.04.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES, 04.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 05/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 04.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 04.06: IBOVESPA sobe 0,89% a 93.828 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,131 05/06/2020
O MERCADO, 04.06: IBOVESPA sobe 0,89% a 93.828 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,131
 
BRASKEM - Resultado no 1º Trimestre/2020: POSITIVO 03/06/2020
BRASKEM - Resultado no 1º Trimestre/2020: POSITIVO
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 03.06 Avalie se convém investir. 03/06/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 03.06 Avalie se convém investir.
 
O MERCADO, 03.06: IBOVESPA sobe 2,15% a 93.002 pts DÓLAR cai a R$ 5,090 03/06/2020
O MERCADO, 03.06: IBOVESPA sobe 2,15% a 93.002 pts DÓLAR cai a R$ 5,090
 
EMBRAER Resultado no 1º trimestre/2020 Queda nas Entregas, Desafios 02/06/2020
EMBRAER Resultado no 1º trimestre/2020 Queda nas Entregas, Desafios
 
GUIA DE AÇÕES, 02.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 02/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 02.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 01.06: IBOVESPA sobe 2,74% a 91.046 pts; DÓLAR cai a R$ 5,208 (-3,32%) 02/06/2020
O MERCADO, 01.06: IBOVESPA sobe 2,74% a 91.046 pts; DÓLAR cai a R$ 5,208 (-3,32%)
 
Estado de Minnesota investigará Delegacia de Polícia sobre Racismo 02/06/2020
Estado de Minnesota investigará Delegacia de Polícia sobre Racismo
 
GPA  Resultado no 1º Trimeste/2020: Forte Crescimento da Receita 01/06/2020
GPA Resultado no 1º Trimeste/2020: Forte Crescimento da Receita
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites