Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quinta-Feira, Dia 27 de Fevereiro de 2020 as 09:02:59



RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures - Ótíca de RETORNO em 21.02.2020



Renda Fixa - Mercado Secundário de Debêntures, CRA e CRI - Ótica Retorno 21-02-2020
 
Volatilidade global volta a se intensificar, derrubando Bolsas e valorizando o dólar em âmbito internacional, mas a renda fixa doméstica prossegue em tendência positiva
 
Cenário
 
Em mais uma semana, a principal variável que volatilizou os mercados continuou sendo o coronavírus. Entretanto, o aspecto estritamente sanitário vem cedendo lugar às primeiras consequências econômicas, de natureza mais concreta, como se observa na cadeia eletroeletrônica e nos setores de turismo e serviços, reduzindo as projeções de preços dos ativos e da atividade econômica, por parte dos analistas.
 
Com isso, novamente os mercados sentiram alta expressiva do índice de volatilidade global VIX e aumentaram a busca por proteção nos títulos do Tesouro dos EUA, levando a curva dos US Treasuries a um acentuado recuo e o dólar a se valorizar perante as principais moedas, entre as quais uma das mais prejudicadas foi o real. No mercado acionário, os 18 índices mais importantes, globalmente, fecharam a semana em queda, incluindo o Ibovespa.
 
No entanto, o cenário de risco de crédito tem se mostrado favorável no Brasil, seja pela elevada liquidez internacional, seja pela melhoria das perspectivas combinadas de inflação controlada e juros historicamente baixos. A volatilidade global vem se manifestando no câmbio, contra o real, e na Bolsa, mas a renda fixa doméstica prossegue mais independente, com trajetória positiva e menores prêmios de risco.
 
Debêntures no Secundário
 
A movimentação otimista observada na semana anterior ainda se manifesta entre as debêntures monitoradas, com elevada quantidade de séries negociadas (507) e expressivo volume financeiro por ticker, mas, também, com discreto enfraquecimento, refletido por variações pouco significativas de yields e de oscilação frente ao benchmark.
 
Dessa forma, o contexto ainda se mostra favorável ao segmento de renda fixa privada, com a maioria dos papéis em alta de preço, configurando uma média conjunta crescente e superior aos 100% do PU ao par, e apoio em expressivo volume financeiro (em cerca de R$ 745,4 milhões por dia de negociação).
 
No entanto, a proporção dessas valorizações sofreu um ligeiro abrandamento, em contexto de novas calibragens de yields nas curvas de juros e proximidade do feriado prolongado de Carnaval.
 
O cenário externo continua particularmente volátil, mas a sua influência sobre o secundário de debêntures continua reduzida. Para os próximos dias, os agentes aguardam o relatório de crédito do Banco Central, dados do emprego pelo CAGED e novos entendimentos sobre a recente redução do depósito compulsório, em face das possíveis influências sobre as decisões do Copom.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório preparado por RENATO ODO, CNPI-P, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO ODO, CNPI-P, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 27.03 Avalie se convém Investir 27/03/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 27.03 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 27.03: IBOVESPA cai 5,51% a 73.428 pts. DÓLAR sobe a R$ 5,106 27/03/2020
O MERCADO, 27.03: IBOVESPA cai 5,51% a 73.428 pts. DÓLAR sobe a R$ 5,106
 
VIA VAREJO - Resultado no 4º trimestre/2019: POSITIVO 27/03/2020
VIA VAREJO - Resultado no 4º trimestre/2019: POSITIVO
 
JBS  Resultado no 4º Trimestre /2019  ROBUSTO, POSITIVO 27/03/2020
JBS Resultado no 4º Trimestre /2019 ROBUSTO, POSITIVO
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 26.03 Avalie se convém Investir 26/03/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 26.03 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 26.03: IBOVESPA sobe 3,67% a 77.709 pts DÓLAR caiu a R$ 4,998 26/03/2020
O MERCADO, 26.03: IBOVESPA sobe 3,67% a 77.709 pts DÓLAR caiu a R$ 4,998
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 25.03 Avalie se convém Investir 25/03/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 25.03 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 25.03: IBOVESPA sobe 7,5% a 74.955 pts DÓLAR cai R$ 5,032 25/03/2020
O MERCADO, 25.03: IBOVESPA sobe 7,5% a 74.955 pts DÓLAR cai R$ 5,032
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.03 Avalie se convém Investir 25/03/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.03 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 24.03: IBOVESPA sobe 9,69% a 69.729 pts DÓLAR cai a R$ 5,082 25/03/2020
O MERCADO, 24.03: IBOVESPA sobe 9,69% a 69.729 pts DÓLAR cai a R$ 5,082
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites