Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quinta-Feira, Dia 23 de Janeiro de 2020 as 00:01:20



O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175



Diário do Mercado na 4ª feira, 22.01.2020
 
Ibovespa sobe com menor aversão ao risco e visão de corte de juros
 
Comentário.
 
O índice doméstico teve um pregão positivo desde a sua abertura e terminou retornando para a casa dos 118 mil pts, com robusto volume financeiro no dia. Externamente, a menor aversão ao risco por conta da atenuação dos temores em relação ao “coronavírus” advindo da China foi fator preponderante.
 
De outra mão, declarações do presidente norte-americano, Donald Trump, que a negociação “fase 2” com a China deverá ser tranquila e que buscará acerto também com a União Europeia, além de citar que haverá corte de impostos bem grande nos próximos 90 dias, foram bem recebidas pelo mercado.
 
Domesticamente, a percepção maior dos agentes que haverá desaceleração da inflação no curto prazo com o recuo dos preços da carne, que havia sido o fator determinante para a recente elevação da inflação, e de um panorama interno mais ameno elevaram favoravelmente as apostas de mais um corte da taxa básica de juros (Selic) na decisão do Banco Central em 5 de fevereiro próximo (vale lembrar que a taxa situa-se já em seu piso histórico de 4,50% a.a.).
 
Em Nova York, os índices acionários terminaram divergentes, mas não distantes da estabilidade.
 
Ibovespa.
 
O índice principiou com avanço rápido e passou a circundar os 117.800 pts (+0,66%) até a hora e meia final de negócios. A partir daí, evoluiu velozmente e suplantou com firme volume financeiro os 118 mil pts.
 
Os papéis do setor de bancos e da Vale performaram positivamente, enquanto Petrobras cedeu. Destaques individuais de alta para as ações da B3 e do setor de siderurgia.
 
O Ibovespa fechou aos 118.391 pts (+1,17%), acumulando -0,07% na semana, +2,37% no mês (e no ano) e +24,49% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 22,5 bilhões, sendo R$ 19,5 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 20 de janeiro (último dado disponível), houve ingresso líquido de capital estrangeiro de R$ 136,3 milhões na Bovespa, reduzindo o saldo líquido negativo para -R$ 6,895 bilhões no mês (e no ano).
 
Agenda Econômica.
 
Nos EUA, as vendas de casas usadas cresceram 3,6% em dezembro ante novembro, para uma taxa anual sazonal de 5,54 milhões. Já em comparação com dezembro de 2018, as vendas avançaram +10,8%.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) principiou em baixa e prosseguiu gradualmente cedendo ao longo da sessão. O melhor panorama externo foi determinante para o recuo da moeda no dia, além de motivar realizações dos investidores já que a valorização do dólar frente ao real já ultrapassa 4% neste mês.
 
A divisa encerrou cotada a R$ 4,1750 (-0,71%), acumulando +0,26% na semana, +4,06% no mês (e no ano) e +9,72% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil de 5 anos permaneceu em 98 pts.
 
Juros.
 
Os juros futuros recuaram e derrubaram como um todo sua curva de estrutura a termo, com destaque para os contratos curtos e intermediários.
 
Além do panorama externo mais favorável no dia, os agentes estão precificando a desaceleração da inflação no curto prazo, na divulgação do IPCA-15 na próxima 5ª feira.
 
A expectativa é que taxa ceda com a ratificação da baixa dos preços da carne, cujas elevações motivaram as recentes altas do IPCA. Isto também serve de apoio para que os investidores elevem suas apostas em mais um corte na taxa básica de juros (Selic) pelo Banco Central em sua reunião em 5 de fevereiro próximo. Em relação ao pregão anterior, assim fecharam:
 
DI janeiro/2021 em 4,34% de 4,39%;
DI janeiro/2022 em 4,95% de 5,01%;
DI janeiro/2023 em 5,54% de 5,60%;
DI janeiro/2025 em 6,30% de 6,34%;
DI janeiro/2027 em 6,70% de 6,73%.
 
Agenda.
 
Brasil: IPCA-15, Confidência industrial CNI, FGV Confiança do Consumidor, Coleta de impostos, Caged - Criação de empregos formais;
 
EUA: Vendas de casas usadas, PMI manufatura; zona do euro:  BCE – decisão de juros.
 
Alemanha, França, Reino Unido e Zona do Euro: PMI manufatura. 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 4ª feira, 22.01.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 14.02, 6ª feira. Avalie se convém investir 15/02/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 14.02, 6ª feira. Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 14.02: IBOVESPA cai 1,11% a 114.380 pts DÓLAR cai a R$ 4,300 14/02/2020
O MERCADO, 14.02: IBOVESPA cai 1,11% a 114.380 pts DÓLAR cai a R$ 4,300
 
DÓLAR cai e fecha em R$ 4,30 com atuação do BC 14/02/2020
DÓLAR cai e fecha em R$ 4,30 com atuação do BC
 
RENDA FIXA - Mercado Secundário de Debêntures sob Ótíca de RISCOS em 14.02.2020m 10.01.2020 14/02/2020
RENDA FIXA - Mercado Secundário de Debêntures sob Ótíca de RISCOS em 14.02.2020m 10.01.2020
 
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures, CRA e CRI - Ótica RETORNO em 14.02.2020 14/02/2020
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures, CRA e CRI - Ótica RETORNO em 14.02.2020
 
REFORMA TRIBUTÁRIA Partidos Políticos indicam representantes para Comissão Mista da Câmara e Senado 13/02/2020
REFORMA TRIBUTÁRIA Partidos Políticos indicam representantes para Comissão Mista da Câmara e Senado
 
SÃO MARTINHO - Resultados no 3º trimestre/2020: Números Fortes 13/02/2020
SÃO MARTINHO - Resultados no 3º trimestre/2020: Números Fortes
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 13.02, 5ª feira. Avalie se convém investir 13/02/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 13.02, 5ª feira. Avalie se convém investir
 
SUZANO - Resultado no 4º trimestre de 2019: Neutros 13/02/2020
SUZANO - Resultado no 4º trimestre de 2019: Neutros
 
O MERCADO, 13.02: IBOVESPA cai 0,87% a 115.662 pts DÓLAR cai a R$ 4,333 13/02/2020
O MERCADO, 13.02: IBOVESPA cai 0,87% a 115.662 pts DÓLAR cai a R$ 4,333
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites