Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

12 de Dezembro de 2019 as 00:12:35



SELIC Copom reduz a 4,5% a taxa básica de juros



Decisão do Copom:
 
Selic em 4,5% renova mínima histórica
 
Em linha com a nossa expectativa, o COPOM Comitê de Política Monetária decidiu por unanimidade reduzir a taxa básica de juros em 0,5 p.p. renovando a mínima histórica da Selic que, agora, está no patamar de 4,5% ao ano.
 
Este foi o quarto corte consecutivo de 50 bps na taxa. Mais uma vez, o Copom reiterou que a “a conjuntura econômica prescreve uma política monetária estimulativa”, ou seja, com taxa de juros abaixo da taxa estrutural.
 
Atividade. 
 
O Copom ressalta em seu comunicado que os indicadores mais recentes da atividade econômica indicam que está havendo uma retomada do processo de recuperação da economia brasileira e que esta ganhou tração a partir do segundo trimestre deste ano. Nossa projeção para o hiato do produto, atualmente em -3,3%, indica que a atividade econômica deve encerrar 2019 operando ainda abaixo do potencial.
 
Cenário externo. 
 
No cenário externo, o comitê citou que o cenário de desaceleração global, com inflação abaixo da meta, vem resultando em estímulos monetários nas principais economias criando um cenário benigno para economias emergentes. Balanço de riscos e reforma. No comunicado desta noite, o comitê ratificou que 
 
(i) o nível de ociosidade tende a manter uma pressão negativa para a trajetória da inflação. No entanto, este fator é balanceado pela 
 
(ii)  defasagem do impacto do estímulo monetário na economia, em um contexto de transformações na intermediação financeira, a qual pode sofrer deterioração por conta de uma possível 
 
(iii)  reversão do cenário externo benigno para as economias emergentes e do 
 
(iv)  risco de frustração de continuidade das reformas.
 
Próxima reunião.
 
Apesar do comunicado não deixar sinalização quanto aos próximos passos da política monetária, entendemos que na próxima reunião, programada para 5 de fevereiro de 2020, a taxa deverá ser mantida no mesmo patamar encerrando, por ora, o ciclo de queda na taxa de juros. Nossa projeção é de que Selic se mantenha em 4,5% ao longo de todo o ano de 2020.
 
Fed. 
 
Pouco antes da divulgação do resultado do Copom, o Comitê de Política Monetária do Federal Reserve (Fomc) já havia decidido, de forma unânime, pela manutenção da taxa básica de juros dos EUA no intervalo entre 1,50% e 1,75%. 
 
O resultado também veio em linha com a expectativa do mercado. Em seu comunicado, o comitê julgou que o atual direcionamento da política monetária é apropriado para estimular o crescimento sustentado da atividade econômica mantendo a pujança do mercado de trabalho e, ao mesmo tempo, a inflação próxima da meta de 2%.
 
A sinalização dada pelo comunicado, em nossa visão, sugere que, pelo menos no curto prazo, não devem ocorrer novas alteração na taxa de juros americana.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório preparado por HENRIQUE TOMAZ, CFA, e RICHARDI FERREIRA, CNPI, do BB Investimentos


Fonte: HENRIQUE TOMAZ, CFA, e RICHARDI FERREIRA, CNPI, do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
IMPOSTO DE RENDA Aposentados podem acessar extrato no Portal Meu INSS 19/02/2020
IMPOSTO DE RENDA Aposentados podem acessar extrato no Portal Meu INSS
 
O MERCADO, 18.02: IBOVESPA cai 0,29% a 114.997 pts DÓLAR sobe a R$ 4,357 18/02/2020
O MERCADO, 18.02: IBOVESPA cai 0,29% a 114.997 pts DÓLAR sobe a R$ 4,357
 
RECEITA paga Restituição do Lote Residual do IRPF de 2008 a 2019 17/02/2020
RECEITA paga Restituição do Lote Residual do IRPF de 2008 a 2019
 
DESVALORIZAÇÃO DO REAL põe em Risco Competitividade da Argentina 16/02/2020
DESVALORIZAÇÃO DO REAL põe em Risco Competitividade da Argentina
 
MARKET UPDATE Câmbio Juros Varejo Serviços e Atividade Econômica 15/02/2020
MARKET UPDATE Câmbio Juros Varejo Serviços e Atividade Econômica
 
DESESTATIZAÇÃO rende R$ 29,5 BI em janeiro. E R$ 105 BI em 2019. 14/02/2020
DESESTATIZAÇÃO rende R$ 29,5 BI em janeiro. E R$ 105 BI em 2019.
 
INSS divulga Novos Valores dos Benefícios 15/01/2020
INSS divulga Novos Valores dos Benefícios
 
RECEITA abre consulta ao Lote Residual de IR na 2ª feira 09/02/2020
RECEITA abre consulta ao Lote Residual de IR na 2ª feira
 
CHORADEIRA DA CNI contra retorno do ICMS sobre exportações 09/02/2020
CHORADEIRA DA CNI contra retorno do ICMS sobre exportações
 
DÓLAR ultrapassa R$ 4,28 e fecha no maior nível desde criação do real 07/02/2020
DÓLAR ultrapassa R$ 4,28 e fecha no maior nível desde criação do real
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites