Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

02 de Setembro de 2019 as 20:09:27



O MERCADO, 02.09: Ibovespa cai 0,5% a 100.625. Dólar sobe a R$ 4,182



Diario do Mercado na 2ª feira, 02.09.2019 
 
Ibovespa fecha em baixa em dia de feriado nos Estados Unidos 
 
Comentário.
 
O índice doméstico findou na mínima do dia, mas foi influenciado pela baixa liquidez. Em suma, a sessão não deve ser levada em consideração visto que foi feriado (“Dia do Trabalho”) nos EUA e os mercados acionários permaneceram fechados em Nova York.
 
Externamente, houve rumores de emperramento em relação à data da reunião entre EUA e China para tentar possível solução na guerra comercial entre os dois países, levando a desvalorizações de moedas de países emergentes. E da Argentina veio a notícia que o governo restringiu a compra de dólares pela população.
 
Vale lembrar que a carteira teórica do Ibovespa para o último quadrimestre do ano passou a vigorar a partir de hoje, aumentando de 66 para 68 papéis, com ingressos de BPAC11 (Banco BTG Pactual UNIT N2) e GNDI3 (Notre Dame Intermédica Part. ON NM). 
 
No Brasil, o dólar comercial fechou cotado a R$ 4,1820 (+0,97%), em dia de liquidez reduzida. A curva da estrutura a termo da taxa de juros subiu, acompanhando a alta do dólar. 
 
Ibovespa.
 
O índice passou o pregão oscilando ao redor da estabilidade, mas foi cedendo em campo negativo quando faltavam 100 minutos para o encerramento dos negócios.
 
A carteira teórica do O Ibovespa fechou aos 100.625 pts (-0,50%), acumulando, -0,50% na semana (e no mês), +14,49% no ano e +31,23% em 12 meses. O mais baixo giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 10,726 bilhões, sendo R$ 9,667 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 29 de agosto (último dado disponível), a bolsa apresentou ingresso líquido de R$ 341,611 milhões em capital estrangeiro, com a retirada líquida cedendo a R$ 11,758 bilhões no mês. Em 2019, o saldo acumulado está negativo em R$ 22,191 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o PMI manufatura avançou para 52,5 em agosto, de 49,9 em julho, mostrando favoravelmente expansão da atividade, suportado pela evolução dos pedidos de fábrica e do incremento no volume de produção.
 
A utilização da capacidade instalada de julho passou a 77,7% em julho, de 77,6% em junho.
 
Já a balança comercial registrou superávit de US$ 3,284 bilhões, com exportações de US$ 18,853 bilhões e importações de US$ 15,569 bilhões. O saldo comercial está positivo em US$ 31,759 bilhões no ano (-13,4% sobre mesmo período do ano passado) e US$ 53,127 bilhões em 12 meses.
 
Na Europa, o PMI da Alemanha teve leve melhora, mas, está em campo de retração. O PMI da França entrou em pequena escala no campo de expansão. O PMI do Reino Unido cedeu mais em terreno contracionista. O PMI da zona do euro não se alterou, permanecendo em patamar de retraimento.
 
Na China,o PMI manufatura oficial cedeu a 49,5 em agosto ante 49,7 em julho, em campo de retração. Contudo o PMI manufatura apurado pela Caixin/IHS Markit subiu a 50,4 em agosto versus 49,9 em julho, denotando expansão da atividade. 
 
Câmbio e CDS
 
A divisa norte-americana avançou no mercado internacional de moedas, principalmente sobre divisas de economias emergentes, por conta de “embaraços” sobre possível solução da guerra comercial entre EUA e China.
 
O dólar comercial (interbancário) fechou cotado a R$ 4,1820 (+0,97%), variando +7,92% no ano e +2,88% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil 5 anos cedeu a 134 pts de 136 pts de sexta-feira.
 
Juros.
 
Os juros futuros encerraram a sessão regular em alta - exceto contratos de curtíssimo prazo, repercutindo a subida do dólar no mercado internacional. O dia foi marcado pela baixa liquidez devido ao feriado nos EUA.
 
Em relação à sessão anterior, assim findaram: DI janeiro/2020 em 5,43% de 5,42%; DI janeiro/2021 em 5,58% de 5,53%; DI janeiro/2023 em 6,66% de 6,58%; DI janeiro/2025 em 7,18 de 7,11%; DI janeiro/2027 em 7,47 de 7,40%.
 
Para a semana.
 
Brasil: IPC FIPE – mensal, Produção industrial;
 
EUA: PMI manuf., ADP emprego privado, Produtividade não agricola, Custo da mão-de-obra, Pedidos de fábrica, Pedidos de bens duráveis, Payroll - Criação de vagas na economia, Taxa de desemprego;
 
Alemanha: Produção industrial;
 
Zona do euro: PIB.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análsie do comportamento do mercado na 2ª feira, 02.09.2019, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 18.10: Ibovespa em pequena baixa, segue bolsas no exterior. Dólar cai a R$ 4,118 18/10/2019
O MERCADO, 18.10: Ibovespa em pequena baixa, segue bolsas no exterior. Dólar cai a R$ 4,118
 
VAREJO & SHOPPINGS Perspectivas de Desempenho no 3º Trimestre/2019 17/10/2019
VAREJO & SHOPPINGS Perspectivas de Desempenho no 3º Trimestre/2019
 
O MERCADO, 16.10: Ibovespa avança na expectativa de Selic mais baixa. Dólar a R$ 4,153 16/10/2019
O MERCADO, 16.10: Ibovespa avança na expectativa de Selic mais baixa. Dólar a R$ 4,153
 
O MERCADO, 17.10: Realização de Lucros na B3. Dólar a R$ 4,169 17/10/2019
O MERCADO, 17.10: Realização de Lucros na B3. Dólar a R$ 4,169
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.10 Avalie se convém Investir 17/10/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.10 Avalie se convém Investir
 
RENDA FIXA  DEBÊNTURES - Mercado Secundário em 14.10.2019 15/10/2019
RENDA FIXA DEBÊNTURES - Mercado Secundário em 14.10.2019
 
O MERCADO, 15.10: Ibovespa sobe puxado por NY. Dólar sobe a R$ 4.164 15/10/2019
O MERCADO, 15.10: Ibovespa sobe puxado por NY. Dólar sobe a R$ 4.164
 
O MERCADO, 14.10: Ibovespa fecha em alta, mas liquidez reduzida. Dólar sobe a R$ 4,128 14/10/2019
O MERCADO, 14.10: Ibovespa fecha em alta, mas liquidez reduzida. Dólar sobe a R$ 4,128
 
O MERCADO, 11.10: Ibovespa sobe 1,98% a 103.831 pts. Dólar cai a R$ 4,093 12/10/2019
O MERCADO, 11.10: Ibovespa sobe 1,98% a 103.831 pts. Dólar cai a R$ 4,093
 
VALE Tour de Analistas e Investidores - Novo Preço-Alvo 2020e da Ação 12/10/2019
VALE Tour de Analistas e Investidores - Novo Preço-Alvo 2020e da Ação
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites