Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Sexta-Feira, Dia 16 de Agosto de 2019 as 21:08:16



RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures - Relatório de 13.08.2019



Renda Fixa - Mercado Segundário de Debêntures
 
Ativos sofrem maior volatilidade, acompanhando o aumento da aversão ao risco global; contexto de queda de yields domésticos e atividade fraca
 
Cenário
 
Em momento de aversão ao risco, investidores globais vêm aumentando a busca por proteção nos títulos do Tesouro norte-americano, derrubando as principais bolsas e fortalecendo o dólar perante a maioria das moedas.
 
Por um lado, enquanto se intensificam as disputas comerciais entre EUA e China, por outro, o desempenho das economias chinesa e alemã desapontam as expectativas de mercado, agravando os temores de uma desaceleração global mais intensa.
 
Com isso, a curva de juros dos EUA vem apresentando nas últimas semanas maior inclinação negativa no horizonte de 5 anos e acentuado recuo do yield de 10 anos, já se posicionando abaixo do rendimento de 2 anos.
 
Paralelamente, os últimos dias assistiram a uma escalada de tensões também de ordem geopolítica, envolvendo Rússia, Coreia do Norte, Hong Kong e Argentina, que acrescentam novos vetores de aversão a ativos de risco, com aumento de exigência de prêmios e de volatilidade. O índice VIX, por sua vez, deslocou a sua faixa de oscilação para um patamar mais elevado, atingindo o segundo desvio padrão, em poucos dias.
 
No cenário doméstico, os ativos de renda fixa acompanham esta volatilidade, mas em menores proporções, na comparação com o câmbio e a Bolsa. De modo geral, os yields vêm repercutindo os progressos da reforma da Previdência, mas também indicadores enfraquecidos de atividade e inflação.
 
Debêntures no Secundário
 
Prosseguindo em forte incremento, as negociações no secundário refletem a tendência oposta à dos juros domésticos, que assimilam sucessivas reduções da taxa Selic e acentuados recuos dos yields dos títulos públicos federais.
 
Neste contexto, a dívida privada passa a apresentar maiores atrativos, na medida em que os ratings dos emissores se mantêm em graus elevados da escala nacional (em sua maioria, entre AAA e AA).
 
Ao mesmo tempo, também a percepção de risco medida pelo CDS implícito dos emissores, divulgada pela Bloomberg, configura um ambiente favorável, com perfil mais brando e cotações oscilando nas mínimas históricas.
 
Por outro lado, as variações de preço dos papéis privados ainda apresentam expressiva volatilidade, revelando certa indefinição de tendência para os próximos períodos.
 
Dessa forma, as operações mais longas (buy and hold) apresentam melhores oportunidades, pela captura de yields ainda relevantes, com baixo perfil de risco de crédito.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório a respeito do Mercado Secundário de Debêntures, elaborad por RENATO ODO, CNPI-P, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO ODO, CNPI-P, integrante do BB Investimentos renatoodo@bb.com.br

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 13.09: Ibovespa cai 0,83% a 103.501 pts. Dólar sobe a R$ 4,086 13/09/2019
O MERCADO, 13.09: Ibovespa cai 0,83% a 103.501 pts. Dólar sobe a R$ 4,086
 
O MERCADO, 12.09: Ibovespa sobe 0,89%, Dólar cai face ao Panorama Externo Melhor 13/09/2019
O MERCADO, 12.09: Ibovespa sobe 0,89%, Dólar cai face ao Panorama Externo Melhor
 
PETROBRAS - Visita à plataforma P-68 - Relatório BB-BI 07/09/2019
PETROBRAS - Visita à plataforma P-68 - Relatório BB-BI
 
O MERCADO, 05.09: Ibovespa sobe com NY. Dólar a R$ 4,110 06/09/2019
O MERCADO, 05.09: Ibovespa sobe com NY. Dólar a R$ 4,110
 
O MERCADO, 06.09: Ibovespa sobe a 102.935 pts (+0,68%). Dólar cai a R$ 4,080 07/09/2019
O MERCADO, 06.09: Ibovespa sobe a 102.935 pts (+0,68%). Dólar cai a R$ 4,080
 
O MERCADO, 09.09: Ibovespa sobe a 103.180 (+0,24%). Dólar sobe a R$ 4,098 09/09/2019
O MERCADO, 09.09: Ibovespa sobe a 103.180 (+0,24%). Dólar sobe a R$ 4,098
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 10.09 Avalie se convém Investir 10/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 10.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 10.09: Ibovespa em trajetória errática, Dólar estável a R$ 4,095 10/09/2019
O MERCADO, 10.09: Ibovespa em trajetória errática, Dólar estável a R$ 4,095
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 04.09 Avalie se convém Investir 05/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 04.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 04.09: Ibovespa sobe 1,52% a 101.200 pts. Dólar cai a R$ 4,105 04/09/2019
O MERCADO, 04.09: Ibovespa sobe 1,52% a 101.200 pts. Dólar cai a R$ 4,105
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites