Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Terça-Feira, Dia 13 de Agosto de 2019 as 23:08:50



O MERCADO, 12.08: Ibovespa cai com a Prévia Eleitoral Argentina. Dólar sobe a R$ 3,983



Diário do Mercado na 2ª feira, 12.08.2019
 
Ibovespa tem revés intensificado pela turbulência na Argentina
 
Comentário.
 
O Ibovespa teve acentuada sua perda com o revés sofrido no mercado argentino. A tendência inicial externa no dia já não parecia favorável, com o prosseguimento das preocupações dos agentes em relação à “infindável” guerra comercial entre EUA e China; com receios de uma postura mais incisiva da China em relação aos protestos ocorridos em Hong Kong; e com questões de políticas de governabilidade advindas da Itália.
 
As quedas dos índices acionários em Nova York refletiram este panorama e contaminaram negativamente as demais bolsas pelo mundo. Uma agravante maior para o Brasil foi a percepção dos agentes de possível ruptura política na vizinha Argentina.
 
As prévias eleitorais presidenciais argentinas, que tiveram 75% de comparecimento, do pleito presidencial marcado para 27 de outubro próximo, apurou 32,1% para o atual presidente, Maurício Macri, e 47,6% para o opositor Alberto Fernández (cuja vice-presidente na chapa é a ex-presidente Cristina Kirchner), com analistas, neste momento, acreditando que a diferença de pouco mais de 15% pode ser praticamente irreversível.
 
O resultado surpreendeu os investidores, que não presumiram tal discrepância, com reflexos imediatos: o CDS Argentina 5 anos, que mensura o risco-país, disparou para 2.016 pts, de 1.016 pts na sexta-feira passada e a taxa de câmbio avançou para 53 pesos por dólar, após ter atingido sua máxima histórica na casa de ARS 62 no dia, versus ARS 45 anterior.
 
Para tentar conter a desvalorização da moeda, o Banco Central argentino (BCRA) elevou a taxa de juros para 74% a.a., de 64% a.a., e efetuou leilões de venda de dólar. Neste contexto, o índice Merval da bolsa de valores local caiu 37,9%, passando de 44.355 pts para 27.530 pts.    
 
No Brasil, o dólar comercial terminou cotado a 3,9830 (+1,09%), mas chegou a ultrapassar R$ 4,00. A curva da estrutura a termo subiu, mas mostrou alta visível na ponta mais longa.
 
Ibovespa.
 
O índice já abriu em queda e girou pouco abaixo dos 102 mil pts até por volta da primeira hora da tarde. A partir daí, respirou e passou a operar moderadamente acima daquela pontuação. Os papéis do setor frigorífico exportador se sobressaíram, apoiados na elevação da taxa de câmbio.
 
O Ibovespa fechou aos 101.915 pts (-2,00%), acumulando +0,10% no mês, +15,96% no ano e +33,20% em 12 meses. O giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 15,880 bilhões, sendo R$ 14,287 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 8 de agosto (último dado disponível), ocorreu saída líquida de capital estrangeiro de R$ 22,820 milhões da Bolsa, com a retirada líquida indo a R$ 4,727 bilhões no mês. Em 2019, o saldo acumulado está negativo em R$ 15,160 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) variou -0,13% no 2T19 frente ao 1T19 (-0,52% ante o 4T18). 
 
Câmbio e CDS.
 
A divisa norte-americana encerrou em alta frente ao real, acompanhando o mercado internacional e o impacto advindo da Argentina. O dólar comercial (interbancário) fechou cotado a R$ 3,9830 (+1,09%), +4,29% no mês, +2,79% no ano e +2,97% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil 5 anos passou de 132 pts para 135 pts.
 
Juros.
 
Os juros futuros findaram a sessão regular positivos, mas praticamente estáveis nos contratos de curto prazo e em leve alta a partir dos vencimentos médios para os longos, ecoando a tensão advinda da Argentina.
 
Em relação à sessão anterior, assim findaram: DI janeiro/2020 estável em 5,45%; DI janeiro/2021 em 5,40% de 5,39%; DI janeiro/2023 em 6,39% de 6,35%; DI janeiro/2025 em 6,88% de 6,85%; DI janeiro/2027 em 7,18% de 7,14%.
 
Para a semana.
 
Brasil: CAGED, IGP-10 e Confiança industrial;
 
EUA: IPC, Novos pedidos de seguro-desemprego, Produtividade de produtos não-agrícolas, Custo de mão de obra, Produção Industrial, Utilização da capacidade, estoque de empresas e Construção e licenças de casas novas;
 
Alemanha: PIB e IPC;
 
França e Reino Unido: IPC;
 
Zona do Euro: PIB;
 
Japão e China: Produção Industrial, Vendas a varejo. 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório sobre o comportamento do mercado na 2ª feira, 12.08.2019, elaborado por HAMILBON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILBON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 13.09: Ibovespa cai 0,83% a 103.501 pts. Dólar sobe a R$ 4,086 13/09/2019
O MERCADO, 13.09: Ibovespa cai 0,83% a 103.501 pts. Dólar sobe a R$ 4,086
 
O MERCADO, 12.09: Ibovespa sobe 0,89%, Dólar cai face ao Panorama Externo Melhor 13/09/2019
O MERCADO, 12.09: Ibovespa sobe 0,89%, Dólar cai face ao Panorama Externo Melhor
 
PETROBRAS - Visita à plataforma P-68 - Relatório BB-BI 07/09/2019
PETROBRAS - Visita à plataforma P-68 - Relatório BB-BI
 
O MERCADO, 05.09: Ibovespa sobe com NY. Dólar a R$ 4,110 06/09/2019
O MERCADO, 05.09: Ibovespa sobe com NY. Dólar a R$ 4,110
 
O MERCADO, 06.09: Ibovespa sobe a 102.935 pts (+0,68%). Dólar cai a R$ 4,080 07/09/2019
O MERCADO, 06.09: Ibovespa sobe a 102.935 pts (+0,68%). Dólar cai a R$ 4,080
 
O MERCADO, 09.09: Ibovespa sobe a 103.180 (+0,24%). Dólar sobe a R$ 4,098 09/09/2019
O MERCADO, 09.09: Ibovespa sobe a 103.180 (+0,24%). Dólar sobe a R$ 4,098
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 10.09 Avalie se convém Investir 10/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 10.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 10.09: Ibovespa em trajetória errática, Dólar estável a R$ 4,095 10/09/2019
O MERCADO, 10.09: Ibovespa em trajetória errática, Dólar estável a R$ 4,095
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 04.09 Avalie se convém Investir 05/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 04.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 04.09: Ibovespa sobe 1,52% a 101.200 pts. Dólar cai a R$ 4,105 04/09/2019
O MERCADO, 04.09: Ibovespa sobe 1,52% a 101.200 pts. Dólar cai a R$ 4,105
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites