Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

20 de Junho de 2019 as 03:06:02



ARÁBIA SAUDITA, responsável pela "Execução Premeditada" de KHASHOGGI, diz ONU


Mohammed bin Salman, príncipe herdeiro saudita
O Estado da Arábia Saudita é responsável pela 'execução premeditada' de Khashoggi, diz ONU
 
A Arábia Saudita é responsável pelo assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, declarou uma investigadora da ONU, pedindo uma nova investigação sobre o papel do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman no crime.
 
Khashoggi foi vítima de "uma execução deliberada e premeditada, um assassinato extrajudicial pelo qual o Estado da Arábia Saudita é responsável", disse Agnes Callamard, relatora especial da ONU sobre execuções extrajudiciais, nesta quarta-feira.
 
Ela fez as declarações após o final de um inquérito de seis meses sobre o caso. A relatora pediu uma investigação adicional sobre o papel de altos funcionários sauditas, incluindo o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, que pode ter participação no assassinato de Khashoggi.
 
De fato, esta investigação de direitos humanos mostrou que há evidências confiáveis suficientes sobre a responsabilidade do príncipe herdeiro que exigem mais investigações.
 
O ministro de Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, rejeitou a alegação de Callamard também nesta quarta-feira, argumentando que o caso já havia sido investigado pelas autoridades sauditas e insistiu que permanecesse dentro da jurisdição do reino.
 
"Nós rejeitamos categoricamente qualquer tentativa de manchar os líderes do Reino [da Arábia Saudita] e qualquer tentativa de tirar o caso da jurisdição da justiça saudita", escreveu al-Jubeir no Twitter.
 
Um crítico da família real saudita e colaborador do jornal norte-americano The Washington Post, Khashoggi foi assassinado em outubro após entrar no consulado de Riad em Istambul, na Turquia.
 
Autoridades turcas afirmaram que ele foi assassinado por um esquadrão de ataque enviado pelos sauditas. Riad afirmou que o jornalista morreu em uma briga espontânea, que irrompeu dentro do prédio, e negou que a família real estivesse de alguma forma envolvida no incidente.
 
A morte de Khashoggi provocou indignação em todo o mundo e levou os EUA a sancionar várias autoridades sauditas.
 


Fonte: SPUTNIK NEWS

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
IRÃ oferece conciliação. TRUMP não aceita e exclui o fim de sanções 27/01/2020
IRÃ oferece conciliação. TRUMP não aceita e exclui o fim de sanções
 
ÍNDIA E BRASIL- Acordos em Tecnologia, Energia e Segurança 25/01/2020
ÍNDIA E BRASIL- Acordos em Tecnologia, Energia e Segurança
 
BRASIL ocupa 4º lugar como destino de Investimentos Externos, diz UNCTAD 20/01/2020
BRASIL ocupa 4º lugar como destino de Investimentos Externos, diz UNCTAD
 
BRICS 2020 Os Destaques na visão do diretor do IPEA, no Forum Econômico de Gaidar 20/01/2020
BRICS 2020 Os Destaques na visão do diretor do IPEA, no Forum Econômico de Gaidar
 
DESIGUALDADE Bilionários do mundo têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas 20/01/2020
DESIGUALDADE Bilionários do mundo têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas
 
ARQUITETOS DA TORTURA DA CIA depõem à Justiça dos EUA sobre o 20/01/2020
ARQUITETOS DA TORTURA DA CIA depõem à Justiça dos EUA sobre o "09/11"
 
HONG KONG  Novos Protestos e Manifestações neste domingo 19/01/2020
HONG KONG Novos Protestos e Manifestações neste domingo
 
PARAGUAI - Fuga de presos brasileiros vinculados ao PCC neste domingo 19/01/2020
PARAGUAI - Fuga de presos brasileiros vinculados ao PCC neste domingo
 
FMI: 18/01/2020
FMI: "Economia Global, Risco de Recair na Grande Depressão"
 
CHINA - PIB cresceu 6,1% em 2019 17/01/2020
CHINA - PIB cresceu 6,1% em 2019
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites