Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

18 de Junho de 2019 as 12:06:03



SENADO Projeto de Lei susta decreto de Bolsonaro que esvaziou Combate à Tortura



Projeto de Contarato susta decreto que esvaziou mecanismo de combate à tortura
 
O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) apresentou, na semana passada, um projeto (PDL 395/2019) para sustar os efeitos do decreto que exonerou os integrantes do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT).
 
O projeto de sustação está aguardando a designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O decreto do Executivo (Decreto 9.831, de 2019), publicado na última 3ª feira, 11.06, remaneja os 11 cargos de peritos do programa que integra o SNPCT Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura.
 
O senador destaca que o decreto do governo vai além da exoneração dos atuais ocupantes e recria os cargos de perito do programa, de forma que os profissionais passarão a ter participação não remunerada.
 
Contarato lamenta ainda o fato de o decreto revogar o dispositivo que prevê que a escolha dos representantes e suplentes das entidades da sociedade civil buscará representar a diversidade de raça e etnia, de gênero e de região.
 
Para Contarato, o decreto tem irregularidades, pois “ocorreu por meio da transposição de dispositivo legal para um meio infralegal, o que viola também a reserva legal e o primado da legalidade”.
 
Inviabilização do combate à tortura
 
O senador afirma que o decreto trata, na prática, do desmonte e da inviabilização do combate à tortura e às violações de direitos humanos em estabelecimentos prisionais, hospitais psiquiátricos, abrigos de idosos e de crianças. Além do projeto, o senador Contarato informou, por meio do Twitter, que entrou com uma representação no Ministério Público Federal.
 
— Estou apresentando uma representação ao MPF para que adote medidas judiciais cabíveis contra a edição do decreto, que inviabiliza o órgão que monitora violações de direitos humanos e de tortura no país — declarou.
 
Mecanismo
 
O MNPCT é o órgão responsável pela prevenção e combate à tortura e a outros tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes, conforme recomendação da ONU Organização das Nações Unidas.
 
O Mecanismo existe desde 2013 e é responsável pelas vistorias e intervenções, quando há denúncias de tortura, crueldade ou tratamento degradante. As inspeções são feitas em penitenciárias, hospitais psiquiátricos, casas de idosos ou de recuperação de menores infratores, por exemplo.


Fonte: AGENCIA SENADO

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
FALSE FLAG - Bolsonaro descarta recriação do Ministério da Segurança Pública 24/01/2020
FALSE FLAG - Bolsonaro descarta recriação do Ministério da Segurança Pública
 
MPF denuncia Glenn Greenwald sem investigação em Ameaça à Liberdade de Imprensa 22/01/2020
MPF denuncia Glenn Greenwald sem investigação em Ameaça à Liberdade de Imprensa
 
CAMINHONEIROS Tabela de frete não resolve problema, diz líder da categoria 20/01/2020
CAMINHONEIROS Tabela de frete não resolve problema, diz líder da categoria
 
SISU ficará aberto até domingo, 26.01, em razão dos problemas no ENEM 20/01/2020
SISU ficará aberto até domingo, 26.01, em razão dos problemas no ENEM
 
REGINA DUARTE irá a Brasília conhecer Secretaria de Cultura 20/01/2020
REGINA DUARTE irá a Brasília conhecer Secretaria de Cultura
 
FORUM ECONÔMICO MUNDIAL B-17 desiste. Guedes representa o Brasil em Davos 19/01/2020
FORUM ECONÔMICO MUNDIAL B-17 desiste. Guedes representa o Brasil em Davos
 
PETROLEIROS preparam Greve contra Demissões 14/01/2020
PETROLEIROS preparam Greve contra Demissões
 
PETROLEIROS articulam GREVE contra Destruição da Indústria de Refino 19/01/2020
PETROLEIROS articulam GREVE contra Destruição da Indústria de Refino
 
ELEIÇÕES Bolsonaro sanciona Orçamento com Fundo Eleitoral de R$ 2 BI 18/01/2020
ELEIÇÕES Bolsonaro sanciona Orçamento com Fundo Eleitoral de R$ 2 BI
 
ALCOLUMBRE e RODRIGO MAIA defendem afastamento de Roberto Alvim 17/01/2020
ALCOLUMBRE e RODRIGO MAIA defendem afastamento de Roberto Alvim
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites