Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

16 de Maio de 2019 as 11:05:49



REFORMA TRIBUTÁRIA Relator apresenta parecer favorável na CCJ



Relator da reforma tributária apresenta parecer favorável na CCJ
 
O relator da reforma tributária (PEC 45/19), deputado João Roma (PRB-BA), apresentou em 15.05, parecer pela admissibilidade do texto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. No entanto, um pedido de vista adiou a votação da proposta para a semana que vem. 
 
Os deputados aprovaram um requerimento pedindo a realização de audiência pública para discutir a reforma. Segundo o presidente do colegiado, deputado Felipe Francischini (PSL-PR), devem ser realizadas duas audiências sobre o tema, uma na próxima3ª feira, 21.05, à tarde, e outra na 4ª feira, 22.05, pela manhã. A votação do texto deve ser na quarta-feira à tarde, segundo Francischini. 
 
No relatório, o deputado João Roma defendeu que a reforma apresentada não contraria a Constituição e segue critérios técnicos. Para o parlamentar, o ponto que poderia receber mais questionamentos é a unificação de tributos, pois segundo alguns entendimentos, pode contrariar a autonomia dos estados e municípios e ferir o pacto federativo. 
 
Reforma tributária
 
A proposta acaba com três tributos federais - IPI, PIS e Cofins -, com o ICMS, que é estadual, e com o ISS, municipal. Todos eles incidem sobre o consumo. No lugar deles, é criado o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), de competência de municípios, estados e União, além de um outro imposto, sobre bens e serviços específicos, esse de competência apenas federal. 
 
O IBS será composto por três alíquotas - federal, estadual e municipal; e União, estados e municípios poderão fixar diferentes valores para a alíquota do IBS. Para João Roma, não há riscos para o pacto federativo.
 
"Consideramos que a manutenção da autonomia estadual e municipal, com a autonomia para alteração das alíquotas de referência para mais ou para menos, conforme suas necessidades, é indicativo mais do que suficiente da manutenção do núcleo essencial do Pacto Federativo",
 
disse Roma. 
 
Tramitação
 
Caso a reforma tributária seja aprovada pela CCJ, será examinada por uma comissão especial criada especialmente para essa finalidade. A comissão especial é composta por 49 membros e 49 suplentes de 25 partidos com representação na Câmara. Na comissão especial, será examinado o mérito da proposição. Essa comissão terá o prazo de até 40 sessões do plenário, contados a partir de sua formação.
 
Após a publicação do parecer da comissão especial e o intervalo de duas sessões, a proposta será incluída na ordem do dia do plenário da Câmara, onde será submetida a dois turnos de discussão e votação.
 
Entre os dois turnos, há um intervalo de cinco sessões do Plenário. Para ser aprovada, a proposta precisa ter, em ambos os turnos, três quintos dos votos dos deputados – 308, em votação nominal. Em seguida, o texto vai para o Senado onde será submetido a uma nova tramitação.


Fonte: Agencia Brasil

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
COAF no BC fortalece ideia de Independência do BC, entende Guedes 15/09/2019
COAF no BC fortalece ideia de Independência do BC, entende Guedes
 
LULA rebate MIRIAM LEITÃO: 13/09/2019
LULA rebate MIRIAM LEITÃO: "Torcedora e Propagandista da Acusação"
 
RAQUEL DODGE tem sua Última Sessão do STF como PGR, nesta 5ª 12/09/2019
RAQUEL DODGE tem sua Última Sessão do STF como PGR, nesta 5ª
 
MARCOS CINTRA, defensor da Nova CPMF, exonerado por Bolsonaro 11/09/2019
MARCOS CINTRA, defensor da Nova CPMF, exonerado por Bolsonaro
 
BOLSONARO Sem previsão de Alta, após cirurgia de 10/09/2019
BOLSONARO Sem previsão de Alta, após cirurgia de "hérnia incisional" por 5 horas
 
BOLSONARO em Nova Cirurgia neste Domingo, sob alegação de 08/09/2019
BOLSONARO em Nova Cirurgia neste Domingo, sob alegação de "hérnia"
 
NOVO PGR SubProcurador Aras reune-se com lideres do Senado 10/09/2019
NOVO PGR SubProcurador Aras reune-se com lideres do Senado
 
MOURÃO: Governo deve negociar com Congresso com clareza e paciência 10/09/2019
MOURÃO: Governo deve negociar com Congresso com clareza e paciência
 
ITAMARATY se manifesta sobre declarações de Bachelet 04/09/2019
ITAMARATY se manifesta sobre declarações de Bachelet
 
 BOLSONARO, 04/09/2019
BOLSONARO, "Solitário e Desprezível Pária Político", declara o "Grupo de Puebla"
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites