Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

15 de Maio de 2019 as 16:05:13



CASO MARIELLE Nassif divulga hipótese consistente que envolve BOLSONARO


PMs Ronnie Lessa e Elcio Queiros
 
Jornalista do primeiro time, dos mais importantes e corretos formadores de opinião do País, de grande crediblidade pública, atuante nos mais importantes órgãos brasileiros de imprensa desde os anos 80, Luis Nassif divulgou matéria em sua mídia online, o Jornal GGN, nesta 4ª feira, 15.05, em que revela a existência de três hipóteses sobre a identidade dos autores e mandantes do assasinato de Marielle, a parlamentar carioca assassinada por milicianos no Rio de Janeiro, em 14.03.2018.
 
matéria jornalística de Luis Nassif não revela se as informações são oriundas de sua rede de informantes ou se são de sua própria lavra.
 
Nassif apresenta três hipóteses para a morte de Marielle, uma delas implica diretamente o presidente da República, Jair Bolsonaro, hipótese que tem sido mantida em sigilo e inegavelmente é de maior impacto. A seguir, a íntegra das hipóteses reveladas por Nassif.
 
Hipótese 1 – Levantada pela Polícia Civil.
 
Marielle teria sido executada pela milícia, devido a interesses imobiliários em áreas de atuação da vereadora.
 
Hipótese 2 – Levantada preferencialmente pelo PSOL.
 
Marielle teria sido executada pela milícia a mando de políticos do MDB, que atuavam nos territórios ocupados pelos milicianos.
 
Hipótese 3 –  A morte de Marielle foi uma reedição dos atentados do Riocentro.
 
Como se recorda, quando os porões da ditadura se sentiram alijados do processo político, com a derrota de Silvio Frota, seguiu-se uma série de atentados, visando reverter o processo democrático que se aproximava. No caso de Marielle, a intenção foi reagir contra a intervenção militar no Rio de Janeiro.
 
As evidências em favor da Hipótese 3
 
Evidência 1
 
Um mês antes da morte de Marielle, os matadores Ronnie Lessa e Elcio Vieira de Queiroz pesquisaram vários nomes no Google, dentre eles todos de parlamentares que votaram contra a intervenção. Ou seja, a intenção explicita de Lessa era jogar a morte de Marielle na conta da intervenção.
 
Marielle era relatora da comissão instalada na Câmara dos Vereadores justamente para fiscalizar a intervençao militar. Nas primeiras investigações, procuradores aventaram a possibilidade da morte ter sido um recado para os militares.
 
Evidência 2
 
Da direita, a voz mais enfática contra a intervenção era a de Jair Bolsonaro, que reclamava que os militares não tinham sido ouvidos. Bolsonaro defendia uma intervençao militar pura. Aquela intervenção militar, decretada por Michel Temer, parecia a ele uma jogada de gabinete.
 
“É uma intervenção decidida dentro de um gabinete, sem discussão com as Forças Armadas. Nosso lado não está satisfeito. Estamos aqui para servir à pátria, não para servir esse bando de vagabundos.”
 
Evidência 3
 
O principal suspeito da morte de Marielle, Ronnie Lessa, é vizinho de Jair Bolsonaro no condomínio. Apanhado de surpresa pela notícia, Bolsonaro afirmou a jornalistas não se lembrar do vizinho.
 
O DCM mapeou as casas através do Google.
 
 
 
 
Confira no endereço a seguir a íntegra da matéria a respeito elaborada por LUIS NASSIF
 
 


Fonte: mídia GGN

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
MORO no Senado defende-se no Maior Escândalo da Democracia Brasileira 19/06/2019
MORO no Senado defende-se no Maior Escândalo da Democracia Brasileira
 
THE INTERCEPT BRASIL faz Nova Rodada de Divulgação 18/06/2019
THE INTERCEPT BRASIL faz Nova Rodada de Divulgação
 
PREVIDÊNCIA Comissão poderá aprovar Texto do Relator até 26.06, afirma Rodrigo Maia 18/06/2019
PREVIDÊNCIA Comissão poderá aprovar Texto do Relator até 26.06, afirma Rodrigo Maia
 
SENADO Projeto de Lei susta decreto de Bolsonaro que esvaziou Combate à Tortura 18/06/2019
SENADO Projeto de Lei susta decreto de Bolsonaro que esvaziou Combate à Tortura
 
CPI do BNDES ouvirá Joaquim Levy na Câmara no dia 26 18/06/2019
CPI do BNDES ouvirá Joaquim Levy na Câmara no dia 26
 
PREVIDÊNCIA Comissão da Reforma pode debater Relatório nesta 3ª feira 18/06/2019
PREVIDÊNCIA Comissão da Reforma pode debater Relatório nesta 3ª feira
 
BNDES Gustavo Montezano escolhido novo presidente do BNDES 18/06/2019
BNDES Gustavo Montezano escolhido novo presidente do BNDES
 
MOURÃO torna-se Cidadão Honorário do Rio de Janeiro 18/06/2019
MOURÃO torna-se Cidadão Honorário do Rio de Janeiro
 
PREVIDÊNCIA Maia diz que comissão pode aprovar texto na próxima semana 17/06/2019
PREVIDÊNCIA Maia diz que comissão pode aprovar texto na próxima semana
 
THE INTERCEPT BRASIL 17/06/2019
THE INTERCEPT BRASIL "Temos um arquivo colossal ... vídeos, mensagens, audios", afirma Editor
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites