Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Sexta-Feira, Dia 12 de Outubro de 2018 as 01:10:55



O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776



Diário de Mercado na 5ª feira, 11.10.2018
 
Em sessão volátil, exterior pressiona ativos domésticos   
 
Comentário.
 
A sessão desta 5ª feira pré-feriado, 11.10, começou positiva para os mercados domésticos, refletindo a pesquisa de intenção de votos para o segundo turno da eleição presidencial divulgada na véspera. Mas o bom desempenho tanto do Ibovespa, quanto do real, sofreu reversão no decorrer do pregão diante de um mercado externo amargo.
 
Lá fora, foi dado prosseguimento ao forte movimento de realização da véspera, com os mercados acionários de NY fechando com firmes recuos. Por aqui, mesmo com alto volume, a cautela prevaleceu e o Ibovespa encerrou próximo à mínima intradiária. Ao passo que o dólar renovou máximas a caminho do fim do sessão.  
 
Ibovespa.
 
O índice abriu o pregão em alta, refletindo o Datafolha da noite anterior, marcando a máxima intradiária ainda pela manhã, aos 84.748 pts (+1,28%).
 
Todavia, o mau humor vindo do exterior, com recuos dos principais mercados acionários pelo mundo, pressionou negativamente o índice, que encerrou com queda firme. Apenas 18 das 65 ações que compõe o índice avançaram. B3, Petrobras e Ultrapar encerram entre os maiores recuos.
 
O Ibovespa fechou aos 82.921 pts (-0,91%), seguindo com alta de 4,51% no mês, 8,53% no ano e de 8,17% em 12 meses. O giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 14,7 bilhões, sendo cerca de R$ 14,1 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 9 (último dado disponível), houve saída líquida em R$ 85,470 milhões de capital estrangeiro da bolsa, acumulando ainda saldo positivo no mês de outubro em R$ 2,125 bilhões. Em 2018, há superávit de capital estrangeiro em R$ 2,419 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, foram divulgados os dados das vendas no comércio (IBGE), que registraram alta de 1,3% em agosto, comparada a julho (-0,1%), na série com ajuste sazonal – acima das estimativas de +0,2% e dentro do intervalo previsto pelos analistas – desde queda de 0,70% a um avanço de 1,60%. Na comparação com agosto de 2017, houve alta de 4,1%, ante recuo de 1,0% em julho – melhor que o consenso que previra avanço de 1,4%.
 
Nos EUA, o núcleo do CPI norte-americano subiu 0,1% em setembro, ante 0,1% no mês anterior, um avanço menor que o esperado de 0,2%. Anualmente, o núcleo do CPI manteve-se em alta de 2,2%, em linha com o número de agosto (+2,2%). 
 
Câmbio e CDS.
 
No exterior, a divisa norte-americana perdeu força ante a maioria das principais moedas, também frente as emergentes. Por aqui, o dólar comercial (interbancário) iniciou o pregão em terreno negativo, mas passou a apreciar paulatinamente até o fim da sessão, encerrando não distante da máxima intradiária.
 
A moeda findou cotada a R$ 3,7760 (+0,35%), acumulando queda de 6,77% no mês, já no ano, a divisa acumula ganhos de 13,91% e de 19,12% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco medido pelo CDS Brasil de 5 anos caiu a 229 pts, ante 233 pts da véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros encerraram a sessão regular com comportamento misto, com ligeiros ajustes de baixa no curto prazo e avanços na parte longa da curva.
 
As taxas de longo prazo renovaram máximas a caminho do fim da sessão, refletindo a alta do dólar e a cautela dos investidores ante feriado prolongado. 
 
Para a semana que vem.
 
No Brasil, destaques para o IPC-S e os dados dos serviços (IBGE) na terça-feira (16), além do índice de atividade econômica do Bacen na 4ª feira, 17.10.
 
No exterior, ganham relevo a ata do Fomc (17) – versando sobre a elevação da taxa na reunião de 26 de setembro – e o PIB chinês do 3T18 na quinta-feira (18).  
  
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 5ª feira, 11.10.2018, elaborado por HAMITON ALVES, CNPI-T, e RICARDO VIEITES, CNPI, ambos integrantes do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMITON ALVES, CNPI-T, e RICARDO VIEITES, CNPI, ambos integrantes do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
JBS  Resultados no 3º Trimestre/ 2018: Forte Geração de Caixa 17/11/2018
JBS Resultados no 3º Trimestre/ 2018: Forte Geração de Caixa
 
BANCO CENTRAL Sai ex-Diretor do ITAÚ, entra Diretor do Banco SANTANDER 17/11/2018
BANCO CENTRAL Sai ex-Diretor do ITAÚ, entra Diretor do Banco SANTANDER
 
MAHLE METAL LEVE Resultados no 3º trimestre/2018: Vendas Fortes 17/11/2018
MAHLE METAL LEVE Resultados no 3º trimestre/2018: Vendas Fortes
 
M DIAS BRANCO  Resultados do 3T18 e Atualização de Preços futuros das Ações 17/11/2018
M DIAS BRANCO Resultados do 3T18 e Atualização de Preços futuros das Ações
 
O MERCADO 6ª feira Ibovespa sobe 2,96% Dólar cai a R$ 3,738 17/11/2018
O MERCADO 6ª feira Ibovespa sobe 2,96% Dólar cai a R$ 3,738
 
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe 1,25% Dólar cai a R$ 3,783 14/11/2018
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe 1,25% Dólar cai a R$ 3,783
 
O MERCADO 2ª Feira: Ibovespa cai 0,14% a 85.524,7 pts. Dólar sobe a R$ 3,759 13/11/2018
O MERCADO 2ª Feira: Ibovespa cai 0,14% a 85.524,7 pts. Dólar sobe a R$ 3,759
 
O MERCADO 6ª feira: Ibovespa estável; Dólar cai R$ 3, 738 10/11/2018
O MERCADO 6ª feira: Ibovespa estável; Dólar cai R$ 3, 738
 
BRF - Resultado no 3º Trimestre/2018: Recuperação no Trimestre 10/11/2018
BRF - Resultado no 3º Trimestre/2018: Recuperação no Trimestre
 
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa cai 2,39% a 85390 pts; Dólar sobe a R$ 3,747 08/11/2018
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa cai 2,39% a 85390 pts; Dólar sobe a R$ 3,747
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009