Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Domingo, Dia 01 de Julho de 2018 as 22:07:35



INVESTIMENTOS RENDA FIXA O Mercado Secundário de Debêntures



RENDA FIXA  - Mercado Secundário de Debêntures em 27/06/2018
 
Volume se eleva, em contexto de Selic baixa e crescentes prêmios de risco em prazos maiores
 
 
Em cenário de forte aversão ao risco, a renda fixa doméstica assimila o nível histórico de inclinação positiva na curva DI, enquanto o dólar e o CDS soberano renovam altas, em padrões gráficos consistentes.
 
Entretanto, na sequência da recente decisão do Copom, os agentes vêm efetuando ajustes em suas posições, levando os contratos DI a oscilações de menor expressividade, ao passo que os rendimentos da NTN-B se elevam em toda a extensão, em linha com a divulgação de indicadores de inflação acima das expectativas.
 
Como reflexo, intensificam-se os movimentos de maior volatilidade entre as debêntures monitoradas, seja pela própria amplitude entre suportes e resistências, seja pela rápida sucessão de padrões de alta e de baixa – especialmente como o observado em AGRU12, CART22, ECCR32, MRSL17 e TAEE33.
 
Ao longo da semana, 39 papéis apresentaram alta, contra apenas 2 em baixa, mas com picos de valorização que chegaram a expressivos 4,5%. A análise gráfica, por sua vez, confirma a falta de força dessas variações, com 6 ativos em tendência indefinida, entre 12 analisados. 
 
Todavia, é importante observar que a liquidez do secundário de debêntures vem apresentando contínuo fortalecimento, com volumes mensais superiores à média histórica e número recorde de séries negociadas.
 
Neste encerramento do primeiro semestre de 2018, o volume financeiro já registra a média mensal de R$ 4,85 bilhões, contra R$ 4,04 bilhões em 2017 e R$ 3,48 bilhões em 2016.
 
Dessa forma, o movimento revela que a gradativa redução do juro básico e o menor nível histórico da taxa Selic vêm contribuindo para abrir oportunidades de captura de yield nas emissões privadas, em horizonte de prazos mais longos. Em outras palavras, enquanto a volatilidade não favorece as operações mais curtas, as estratégias mais longas se beneficiam do crescente prêmio de risco da renda fixa.
 
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do Mercado Secundário de Debêntures, elaborado por RENATO ODO, CNPI-P, Analista Sênior, e JOSÉ ROBERTO DOS ANJOS, CNPI-P, Analista Sênior, ambos do BB Investimentos 

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO ODO, CNPI-P, Analista Sênior, e JOSÉ ROBERTO DOS ANJOS, CNPI-P, Analista Sênior, ambos do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO 2ª Feira: Ibovespa cai 0,69%. Dólar sobe a R$ 3,764 (+0,7%) 19/11/2018
O MERCADO 2ª Feira: Ibovespa cai 0,69%. Dólar sobe a R$ 3,764 (+0,7%)
 
JBS  Resultados no 3º Trimestre/ 2018: Forte Geração de Caixa 17/11/2018
JBS Resultados no 3º Trimestre/ 2018: Forte Geração de Caixa
 
BANCO CENTRAL Sai ex-Diretor do ITAÚ, entra Diretor do Banco SANTANDER 17/11/2018
BANCO CENTRAL Sai ex-Diretor do ITAÚ, entra Diretor do Banco SANTANDER
 
MAHLE METAL LEVE Resultados no 3º trimestre/2018: Vendas Fortes 17/11/2018
MAHLE METAL LEVE Resultados no 3º trimestre/2018: Vendas Fortes
 
M DIAS BRANCO  Resultados do 3T18 e Atualização de Preços futuros das Ações 17/11/2018
M DIAS BRANCO Resultados do 3T18 e Atualização de Preços futuros das Ações
 
O MERCADO 6ª feira Ibovespa sobe 2,96% Dólar cai a R$ 3,738 17/11/2018
O MERCADO 6ª feira Ibovespa sobe 2,96% Dólar cai a R$ 3,738
 
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe 1,25% Dólar cai a R$ 3,783 14/11/2018
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe 1,25% Dólar cai a R$ 3,783
 
O MERCADO 2ª Feira: Ibovespa cai 0,14% a 85.524,7 pts. Dólar sobe a R$ 3,759 13/11/2018
O MERCADO 2ª Feira: Ibovespa cai 0,14% a 85.524,7 pts. Dólar sobe a R$ 3,759
 
O MERCADO 6ª feira: Ibovespa estável; Dólar cai R$ 3, 738 10/11/2018
O MERCADO 6ª feira: Ibovespa estável; Dólar cai R$ 3, 738
 
BRF - Resultado no 3º Trimestre/2018: Recuperação no Trimestre 10/11/2018
BRF - Resultado no 3º Trimestre/2018: Recuperação no Trimestre
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009