Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

21 de Junho de 2018 as 00:06:50



TRUMP RECUA Pais e filhos crianças, imigrantes ilegais, não deverão ser separados


Trump assina 'Ordem Executiva'
 
 
Insanidade e non-sense sem limites podem e devem ser contidos:
Trump recua diante da intensa reação do povo norte americano
 
 
Noticia o New York Times nesta 4ª feira, 20.06, em artigo de Michael D. Shear, Abby Goodnough e Maggie Haberman:
 
"O presidente Trump tem enfrentado imensa pressão política para acabar com a separação de famílias migrantes na fronteira. Sua ordem executiva procurará encontrar maneiras de manter pais e filhos juntos.
 
"O presidente Trump cedeu à enorme pressão política na 4ª feira e assinou uma ordem executiva destinada a acabar com a separação de famílias na fronteira ao deter pais e filhos juntos por um período indefinido.
 
"Teremos fronteiras fortes - muito fortes -, mas vamos manter as famílias unidas .. . Eu não gostei da visão ou da sensação de famílias sendo separadas."
 
disse Trump ao assinar o documento no Salão Oval." 
 
 
O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou nesta 4ª feira, 20.06, decreto que determina que imigrantes ilegais detidos ao tentar entrar nos EUA não deverão ser separados de seus filhos crianças e adolescentes acompanhantes, tal como vinha acontecendo.
 
Cerca de 2 mil crianças e adolescentes, ao tentarem entrar naquele país, foram separados de seus pais e separados das famílias desde a promulgação da nova lei de imigração, em algumas situações alojados em áreas cercadas com telas e acomodados em colçhões dispostos no chão.
 
Há 49 crianças brasileiras em abrigos nos EUA, segundo Felipe Santarosa, cônsul-geral adjunto do Brasil em Houston, que batalha para a localização das crianças  -- não informada pelo governo dos EUA -- e garantir a comunicação telefônica com seus país. 
 
A despeito da nova orientação, Trump reafirmou que seguirá em sua política de "tolerância zero" em relação à imigração ilegal.
 
Os governos do México, Honduras e El Salvador reagiram à iniciativa e alegaram que a medida viola os direitos humanos. Não há notícias que Temer tenha se manifestado ou vá se manifestar a respeito. 


Fonte: da Redação JF com informações do New York Times e da Agência Brasil





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
TAILÂNDIA Jovens presos na Caverna inundada recebem apoio militar e médico 04/07/2018
TAILÂNDIA Jovens presos na Caverna inundada recebem apoio militar e médico
 
MÉXICO Novo presidente quer manter o pais no NAFTA 03/07/2018
MÉXICO Novo presidente quer manter o pais no NAFTA
 
MÉXICO Andrés Manuel López Obrador é o novo presidente 02/07/2018
MÉXICO Andrés Manuel López Obrador é o novo presidente
 
01/07/2018
COPA 2018 - Rússia derrubou Espanha neste domingo
 
EUA x CHINA Disputa comercial permanece um risco  [Analise pelo Itaú BBA] 27/06/2018
EUA x CHINA Disputa comercial permanece um risco [Analise pelo Itaú BBA]
 
ARGENTINA obtem empréstimo de US$ 50 BI do FMI 27/06/2018
ARGENTINA obtem empréstimo de US$ 50 BI do FMI
 
EUROPA Risco ITÁLIA aperta finanças e compromete crescimento 27/06/2018
EUROPA Risco ITÁLIA aperta finanças e compromete crescimento
 
TALIBAN avança no Afeganistão com 77.000 combatentes 25/06/2018
TALIBAN avança no Afeganistão com 77.000 combatentes
 
TRUMP inquieto ameaça agora sobretaxar carros europeus em 20% 25/06/2018
TRUMP inquieto ameaça agora sobretaxar carros europeus em 20%
 
RUSSIA avalia reinstalar Base Militar em Cuba, para conter EUA 25/06/2018
RUSSIA avalia reinstalar Base Militar em Cuba, para conter EUA
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009