Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

17 de Maio de 2018 as 01:05:45



FERTILIZANTES HERINGER Resultado no 1º Trimestre/2018: NEGATIVO



FERTILIZANTES  HERINGER 
Resultado no 1º Trimestre/2018 
 
Negativo. Custos e despesas mais altos pressionam margens
 
 
A Heringer reportou perdas de R$ 46,7 milhões no 1T18, ante lucro de R$ 7,0 milhões no mesmo período do ano passado. O aumento de 1,2% a/a no volume de entregas, juntamente com o crescimento de 2,3% a/a nos preços médios levou a um crescimento de 3,5% a/a na receita líquida.
 
No entanto, os custos cresceram em maior ritmo, afetando o lucro bruto da companhia, o qual caiu 46,3% a/a. Adicionalmente, o crescimento de 10,9% a/a nas despesas com vendas resultaram em um EBITDA negativo de R$ 28,1 milhões.
 
Segundo a ANDA Associação Nacional para Difusão de Adubos, as vendas do mercado recuaram 1,3% a/a no 1T18. Enquanto isso, a Heringer divulgou entregas de 866 mil toneladas no mesmo período, crescimento de 1,2% a/a, elevando sua participação de mercado em 0,3 p.p., para 13,6%. 
 
Houve aumento nas entregas de fertilizantes para café (+3,3% a/a) e outras culturas (+5,7% a/a). No lado negativo, as entregas para soja, milho e cana-de-açúcar diminuíram 11,8% a/a, 0,7% a/a e 3,2% a/a, respectivamente, devido à dinâmica do mercado em postergar a compra de insumos para os próximos trimestres.
 
Destacamos também a redução na participação dos produtos especiais no total de vendas para 44%, ante 49% no ano anterior, resultante da ação de competidores vendendo produtos especiais aos mesmos preços de produtos convencionais, o que afetou a participação e a lucratividade da Heringer.
 
Como resultado de um mercado super ofertado e produtores postergando compras de fertilizantes, observamos a necessidade da Heringer em reduzir margens durante o trimestre. Não fosse isso o suficiente, os preços dos insumos também apresentaram elevação nos últimos meses, pressionando ainda mais os resultados do setor, como um todo.
 
A Heringer também vem ampliando os esforços de vendas com o objetivo de fortalecer seu market share nas linhas solo, fertirrigação e foliar (linhas de produtos especiais), uma vez que esses produtos apresentam melhores margens.
 
Nesse sentido, as despesas com vendas aumentaram 10,9% a/a para R$ 78,5 milhões e as despesas gerais e administrativas aumentaram 19,8% a/a para R$ 28,4 milhões. 
 
Assim, o EBITDA da companhia veio negativo em R$ 28,1 milhões, enquanto o resultado final registrou prejuízo de R$ 46,7 milhões, ante lucro líquido de R$ 7,0 milhões no mesmo período do ano anterior.
 
Resultado financeiro e endividamento.
 
O resultado financeiro foi negativo em R$ 34,0 milhões (+55,2% a/a), impactado, principalmente, por efeitos cambiais negativos de R$ 4,6 milhões (positivo em R$ 44,6 milhões no ano anterior). 
 
No entanto, foi parcialmente compensado por maiores receitas financeiras, que atingiram R$ 43,1 milhões (+12,5% a/a) e pela redução de 30,9% a/a nas despesas financeiras, as quais atingiram R$ 72,5 milhões.
 
A dívida total (incluindo forfait) fechou o trimestre em R$ 1,4 bilhão (-2,0% t/t). Dessa forma, e extremamente afetado pelo EBITDA negativo, o índice ND/EBITDA chegou a 68,5x, ante 14,6x no trimestre anterior. 
 
 
Outlook.
 
Consideramos o resultado da Heringer no 1T18 como negativo, resultante de:
 
(i) redução nas margens da companhia, devido à elevação tanto do CPV quanto das despesas,
(ii) redução nas vendas de produtos especiais, e 
(iii) maiores despesas financeiras, pressionando o botton line.
 
Não esperamos melhor cenário para o 2T18, uma vez que, historicamente, o segundo trimestre é sazonalmente o mais fraco em termos anuais. Assim, dependendo do 2S18, e em relação a
 
(i)  demanda de fertilizantes,
(ii) gestão dos estoques do mercado,
(iii) dinâmica de preços e margens dos fertilizantes praticados pela companhia, e
(iv) recuperação de vendas de produtos especiais, poderemos revisar nossas estimativas e TP para a empresa.
 
Market Perform
 
Por enquanto, mantemos nossa recomendação Market Perform para FHER3 e nosso preço alvo de R$ 4/ação YE18.
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da FERTILIZANTES HERINGER no 1º trimestre/2018, elaborado por Marcio Montes, analista do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: Marcio Montes, CNPI Analista do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 19.10. Programe seu Investimento 20/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.10. Programe seu Investimento
 
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa sobe 0,44%. Dólar cai a R$3,715 19/10/2018
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa sobe 0,44%. Dólar cai a R$3,715
 
O MERCADO na 5ª feira: Azedou o Cenário Externo e também o Doméstico 18/10/2018
O MERCADO na 5ª feira: Azedou o Cenário Externo e também o Doméstico
 
O MERCADO na 3ª feira: Ibovespa sobe 2,83%. Dólar cai a R$ 3,722 17/10/2018
O MERCADO na 3ª feira: Ibovespa sobe 2,83%. Dólar cai a R$ 3,722
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 15.10 Programe seu Investimento 15/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 15.10 Programe seu Investimento
 
O MERCADO 2ª feira: Ibovespa sobe 0,53%. Dólar cai a R$ 3,738 15/10/2018
O MERCADO 2ª feira: Ibovespa sobe 0,53%. Dólar cai a R$ 3,738
 
LOJAS  RENNER  Investor Day 2018 e Revisão de Preço 13/10/2018
LOJAS RENNER Investor Day 2018 e Revisão de Preço
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 11.10. Programe seu Investimento 12/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 11.10. Programe seu Investimento
 
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776 12/10/2018
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776
 
O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763 10/10/2018
O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009