Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

16 de Maio de 2018 as 01:05:11



iInvestimentos M. DIAS BRANCO Resultado no 1º Trimestre/2018 Margens Pressionadas



M. DIAS BRANCO
 
Resultado 1º Trimestre/2018
 
Preços médios mais baixos e maiores custos pressionaram margens
 
 
M Dias Branco apresentou resultados negativos no 1T18. No trimestre, maiores vendas em todos os segmentos fizeram com que os volumes totais crescessem 4,5% a/a, compensando a queda de 3,3% a/a nos preços médios. 
 
Como resultado, a receita aumentou 1% a/a para R$ 1,2 bilhão (2% abaixo de nossas estimativas e 1% abaixo do consenso). Como esperado, os custos mais altos do trigo contribuíram negativamente para uma queda significativa de 21% a/a no EBITDA, levando a margem EBITDA a uma queda substancial de 430 pp, atingindo 15,1%. De fato, as vendas foram positivamente impactadas por melhorias comerciais e iniciativas de marketing. 
 
Além disso, os aumentos de preços implementados no final do trimestre, como mencionado pela empresa na teleconferência de resultados hoje, provavelmente trarão um alívio às margens. 
 
No entanto, esperamos um leve impacto negativo do aumento dos preços nos volumes que, junto com os preços do trigo em níveis mais altos, podem limitar a melhoria das margens à frente.
 
Resultados operacionais. 
 
O segmento de biscoitos e bolachas apresentou o melhor desempenho no trimestre, considerando a alta de 4,5% a/a em volume e 2% a/a no preço médio. De acordo com a empresa, os novos lançamentos e vendas fora do Nordeste contribuíram fortemente para a receita que totalizou R$ 652 milhões (+ 7% a/a). 
 
O segmento de Pasta, por sua vez, continuou a enfrentar um ambiente competitivo desafiador que pressionou os preços. Como resultado, embora o segmento tenha apresentado um aumento de 4% a/a nos volumes, a forte queda de 10% a/a no preço médio levou a receita a cair 6% a/a para R$ 246 milhões. 
 
Farinha de Trigo e Farelo foi o segmento que mais contribuiu para a redução de preços no consolidado, uma vez que caiu 12%
a/a. 
 
Como consequência, a receita caiu expressivamente 9% a/a para R$ 211 milhões. Vale ressaltar que, apesar do declínio nos preços a/a, percebemos um crescimento positivo q/q que pode ajudar uma recuperação de margem a partir de agora.
 
E quanto às margens?
 
No 1T18, o contínuo aumento dos custos com mão de obra (+ 20% a/a) combinado com o efeito mais forte dos maiores preços do trigo (+ 11% a/a) levou a um aumento de 8,4% a/a. Assim, a margem bruta caiu para 38,1% de 42,6% no 1T17. Adicionalmente, os aumentos nas despesas de logística, como frete e repasses relacionados à distribuição fora do Nordeste, contribuíram para um crescimento de 2% a/a em despesas operacionais. 
 
Portanto, a margem EBITDA caiu substancialmente para 15,1% de 19,3% no mesmo período do ano passado. Apesar de vermos como positivas as iniciativas da empresa para implementar o aumento de preço no 1S18, esperamos um ambiente desafiador à frente, dado: 
 
(i) preços de trigo mais altos a/a; 
(ii) variação cambial desfavorável; e 
(iii) cenário ainda fraco para grandes melhorias no consumo no Brasil.
 
Estamos rebaixando nossa recomendação para MDIA3 para Market Perform. Apreciamos as iniciativas da empresa focadas em marketing e estratégias comerciais que contribuíram para uma diversificação geográfica e crescimento de volume. 
 
No entanto, os preços mais altos do trigo e um ambiente ainda competitivo para Pasta em 2018, podem levar a empresa a um cenário mais difícil
para a recuperação das margens. 
 
Além disso, a falta de uma plataforma de produção para suportar o crescimento da empresa no Sul e Sudeste levou a maiores despesas logísticas e impactou os benefícios nos custos de sua integração vertical no Nordeste.
 
Nesse sentido, os ganhos de sinergia da integração de Piraque parecem estar atrasados, pois estávamos aguardando o anúncio de um grande avanço na negociação após a aprovação da agência antitruste brasileira, CADE, em abril passado. 
 
 
Market Perform
 
Por essa razão, decidimos manter nossa visão positiva sobre o nome e aguardar maior visibilidade em torno dos ganhos de sinergia, o que deve ser um gatilho para o MDIA3, bem como benefício razoável dos reajustes de preço nas margens, proporcionando um valuation mais atraente.
 
Dito isto, estamos rebaixando nossa recomendação para MDIA3 para o Market Perform.
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da empresa M. DIAS BRANCO, no 1º Trimestre/2018, elaborado por LUCIANA CARVALHO, CNPI Analista Sênior, do BB Invesimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: LUCIANA CARVALHO, CNPI Analista Sênior, do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4ª feira: Bolsa cai 2,26%, Dólar cai a R$ 3,1166 23/05/2018
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4ª feira: Bolsa cai 2,26%, Dólar cai a R$ 3,1166
 
INVESTIMENTOS O Mercado na 3ª feira: Ibovespa sobe 1,13% Dólar cai a R$ 3,644 23/05/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 3ª feira: Ibovespa sobe 1,13% Dólar cai a R$ 3,644
 
Investimentos - RENDA FIXA Análise Semanal do Mercado em 21.05.2018 22/05/2018
Investimentos - RENDA FIXA Análise Semanal do Mercado em 21.05.2018
 
INVESTIMENTOS O Mercado na 2ª feira: Blue chips despencam. Dólar cai a R$ 3,684 22/05/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 2ª feira: Blue chips despencam. Dólar cai a R$ 3,684
 
Investimentos - CTEEP Resultado no 1º Trimestre/2018 21/05/2018
Investimentos - CTEEP Resultado no 1º Trimestre/2018
 
Investimentos RENDA FIXA Análise Semanal de Mercado em 15.05.2018; Juros em Alta 18/05/2018
Investimentos RENDA FIXA Análise Semanal de Mercado em 15.05.2018; Juros em Alta
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 18.05.2018 e programe seu investimento 20/05/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 18.05.2018 e programe seu investimento
 
Investimentos  BR MALLS Atualização do Preço Meta das Ações 20/05/2018
Investimentos BR MALLS Atualização do Preço Meta das Ações
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 6ª feira: Bolsa cai 0,65% a 83.081 pts, Dólar sobe 1,05% a R$ 3,7360 18/05/2018
INVESTIMENTOS - O Mercado na 6ª feira: Bolsa cai 0,65% a 83.081 pts, Dólar sobe 1,05% a R$ 3,7360
 
Investimentos - JBS Resultado no 1º Trimestre/2018 Positivo e Desalavancagem 18/05/2018
Investimentos - JBS Resultado no 1º Trimestre/2018 Positivo e Desalavancagem
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009