Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

09 de Maio de 2018 as 13:05:15



CNI Robson Andrade é reeleito presidente



O empresário defende o fim da participação mínima da Petrobras no Pré Sal, o que significa Petrobras fora do Pré Sal
 
 
Reeleito por unanimidade, o empresário mineiro Robson Braga de Andrade, que atua no setor de produtos e serviços para os segmentos de energia, petróleo, gás, mineração, siderurgia, saneamento, telecomunicações e transportes, vai cumprir mais quatro anos na presidência da CNI Confederação Nacional da Indústria. 
 
A CNI reúne 27 federações de indústria de todo país que implementam ações em vários setores econômicos e sociais.
 
Na 3ª feira, 08.05, houve, em Brasília, a votação do Conselho de Representantes da entidade, composto por delegados das federações das indústrias dos estados e do Distrito Federal, que elegeu também os integrantes da próxima administração da CNI para o período de 2018 a 2022. A posse ocorrerá em 31 de outubro.
 
A chapa eleita é composta por cinco vice-presidentes executivos, representando cada uma das regiões do país. São eles o presidente da FIESP Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf; da FIEAM Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, Antonio Carlos da Silva; da FIEP Federação das Indústrias do Estado da Paraíba, Francisco de Assis Gadelha; o membro do Conselho de Representantes da CNI, na qualidade de delegado da FIEG Federação das Indústrias do Estado de Goiás, Paulo Afonso Ferreira; e o presidente da Federação das FIESC Indústrias do Estado de Santa Catarina, Glauco José Côrte.
 
 
Reforma Trabalhista, Pré Sal sem Petrobras, Terceirização
 
Nos últimos quatro anos, a CNI teve atuação destacada em prol da agenda de reformas estruturais, consideradas necessárias pela CNI para se consolidar soluções perenes para os gargalos históricos à competitividade do país.
 
Na área trabalhista, a CNI defende a regulamentação da terceirização e da modernização das leis do trabalho, definidas em 2017. Na área de infraestrutura, é favorável ao fim da participação mínima da Petrobras em blocos do pré-sal, medida aprovada em 2016 e essencial para destravar investimentos no setor de óleo e gás brasileiro.
 
Como presidente da CNI, nos últimos quatro anos, Andrade implementou agenda nas áreas de educação e de inovação. Nesse período, foi implantada a rede de 25 institutos do SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Inovação e consolidada a rede de 57 institutos Senai de Tecnologia em todo país. Coordenadas pelo Senai, as estruturas oferecem serviços técnicos, tecnológicos e de inovação, que contribuem para tornar a indústria brasileira mais competitiva.


Fonte: AGENCIA BRASIL. Subtitulos da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
BARROSO vai relatar registro e impugnações contra candidatura de Lula 18/08/2018
BARROSO vai relatar registro e impugnações contra candidatura de Lula
 
TSE nega participação de LULA em debate na Rede TV nesta 6ª feira 17/08/2018
TSE nega participação de LULA em debate na Rede TV nesta 6ª feira
 
TSE Ministro Barroso confirmado relator de registro da candidatura de LULA 17/08/2018
TSE Ministro Barroso confirmado relator de registro da candidatura de LULA
 
MARINA e MEIRELLES pedem ao TSE registro de candidatura à Presidência 16/08/2018
MARINA e MEIRELLES pedem ao TSE registro de candidatura à Presidência
 
PT registra candidatura de LULA no TSE com apoio de milhares em caravana a Brasilia 16/08/2018
PT registra candidatura de LULA no TSE com apoio de milhares em caravana a Brasilia
 
CIRO GOMES Debates antes da Reforma Tributária e da Previdência 15/08/2018
CIRO GOMES Debates antes da Reforma Tributária e da Previdência
 
HADDAD Reverter a Oligopolização do Sistema Bancário é Prioridade 15/08/2018
HADDAD Reverter a Oligopolização do Sistema Bancário é Prioridade
 
STF Denúncias baseadas apenas em delação devem ser rejeitadas, decide a 2ª Turma 15/08/2018
STF Denúncias baseadas apenas em delação devem ser rejeitadas, decide a 2ª Turma
 
STF retira de MORO trecho de delação sobre LULA e MANTEGA 15/08/2018
STF retira de MORO trecho de delação sobre LULA e MANTEGA
 
STJ Ministro autoriza deputado a deixar prisão para se candidatar 15/08/2018
STJ Ministro autoriza deputado a deixar prisão para se candidatar
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009