Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

Quinta-Feira, Dia 08 de Março de 2018 as 16:03:36



DIA INTERNACIONAL DA MULHER - "Igualdade de Gênero é questão de poder", declara o secretário-geral da ONU



Secretário-geral da ONU defende mais poder para as mulheres
 
 
Em mensagem pelo Dia Internacional da Mulher, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, defendeu um maior “empoderamento das mulheres, em um mundo que é dominado por homens e tem uma cultura comandada por eles”.
 
Segundo Guterres, isto é verdade “em governos, administrações públicas, no setor privado, mas também em organizações internacionais como a ONU.”  A informação é da ONU News
 
Desde que assumiu o posto, Guterres fez da igualdade de gênero e do “empoderamento das mulheres” um dos temas centrais da propostas de reforma da ONU.
 
Neste Dia Internacional da Mulher, ele gravou uma mensagem de vídeo onde faz uma reflexão sobre as mudanças necessárias para que mulheres e homens possam estar em pé de igualdade em todos os aspectos da sociedade.
 
Igualdade de gênero, questão de poder’
 
“Vivemos num mundo dominado por homens, numa cultura dominada pelos homens. E isto é verdade em governos, administrações públicas, no setor privado, mas também em organizações internacionais como a ONU. Portanto, a questão central para a igualdade de gênero é uma questão de poder. E é por isso que o empoderamento das mulheres é o nosso objetivo mais importante.”
 
declarou Guterres.
 
Aplicação prática, não discurso vazio
 
Mais do que um simples discurso, a mensagem de Guterres encontra eco em ações efetivas adotadas por ele desde que assumiu o posto de líder das Nações Unidas.
 
Atualmente, a ONU tem mais mulheres do que homens no seu grupo de liderança, o gabinete do secretário-geral. A vice-chefe da organização é uma mulher, a nigeriana Amina Mohammed, e a chefe de gabinete também, a embaixadora brasileira Maria Luiza Ribeiro Viotti.
 
Segundo António Guterres, esta mudança “será um instrumento chave” para que a ONU possa combater “abuso e exploração sexuais com tolerância zero, combater o assédio sexual” e garantir a criação de “uma organização na qual mulheres e homens possam trabalhar juntos em plena igualdade.”
 
O secretário-geral diz estar convencido de que a paridade de gênero dentro da ONU irá “contribuir para um mundo onde mulheres e homens possam também estar em igualdade total.”


Fonte: Site da ONU, Agência Brasil e Redação JF.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PENTÁGONO 20/10/2018
PENTÁGONO "EUA 'não podem aceitar' a 'militarização no Mar do Sul da China"
 
Apoio a BOLSONARO afasta RIVALDO e RONALDINHO GAÚCHO do BARCELONA 16/10/2018
Apoio a BOLSONARO afasta RIVALDO e RONALDINHO GAÚCHO do BARCELONA
 
EUA x CHINA A Visão do Embaixador da China nos EUA 15/10/2018
EUA x CHINA A Visão do Embaixador da China nos EUA
 
FASCISMO - 09/10/2018
FASCISMO - "Temos de reagir ao fascismo na América Latina" diz MADURO
 
ITAMARATI cobra explicações sobre suposto Suicídio de Opositor de MADURO 09/10/2018
ITAMARATI cobra explicações sobre suposto Suicídio de Opositor de MADURO
 
BOLSONARO ganha no Exterior; CIRO fica em segundo 08/10/2018
BOLSONARO ganha no Exterior; CIRO fica em segundo
 
HADDAD 07/10/2018
HADDAD "PT apresentou candidatura com sabedoria", afirma ex-ministro argentino
 
EUA x CHINA Conflito já não é mais somente comercial, afirma especialista 06/10/2018
EUA x CHINA Conflito já não é mais somente comercial, afirma especialista
 
POTENCIAS querem livrar-se da Hegemonia do DÓLAR 06/10/2018
POTENCIAS querem livrar-se da Hegemonia do DÓLAR
 
PETRÓLEO Barril deve passar dos US$ 100 nas próximas semanas 06/10/2018
PETRÓLEO Barril deve passar dos US$ 100 nas próximas semanas
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009