Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

11 de Setembro de 2012 as 12:09:11



CAIXA e BB anunciaram redução dos juros do cartão de crédito



 

Facilidade no parcelamento de faturas faz parte da política de apoio ao crédito pessoal

 

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil anunciaram na última quinta-feira (6) a redução nas taxas de juros dos cartões de crédito, seguindo a tendência de queda observada em outras modalidades de crédito.

 

Desde o ano passado, como resultado de políticas macroeconômicas, a taxa real de juros de curto prazo no Brasil caiu de 4,5% para 1,7% em agosto de 2012 (veja gráfico). Nos últimos dez anos, a tendência tem sido de queda. Em dezembro de 2002, a taxa era de 14%.

 

O decréscimo da taxa básica de juros, aliado à redução do spread bancário - puxada pela postura mais ativa dos bancos públicos, permitirá maior acesso às operações de crédito no segundo semestre, de acordo com o boletim Economia Brasileira em Perspectiva, do Ministério da Fazenda.

 

Cartões - Na Caixa, a redução na taxa anual do rotativo dos cartões de crédito chega a 52%, dependendo do produto. Já no parcelamento de fatura, a Caixa fez uma redução na taxa anual de até 36,87%. As novas taxas já estarão disponíveis para as compras realizadas em setembro e lançadas nas faturas a partir de outubro. O prazo de parcelamento é de até 36 vezes.

 

Já no Banco do Brasil, desde o último dia 5, as taxas para o parcelamento das faturas dos cartões Ourocard foram reduzidas em cerca de 30% - do patamar de 2,88% a 5,70% ao mês, para intervalo de 1,94% a 3,94% ao mês. O pagamento parcelado proporciona mais flexibilidade aos clientes que não dispõem de recursos para pagamento integral da fatura no vencimento. As novas taxas já valem para as faturas com vencimento a partir de 17 de setembro.

 

A Caixa prevê a contratação de mais de R$ 185 bilhões em crédito para famílias e empresas em 2012. Até agosto deste ano, as operações de crédito comercial somaram R$ 110,3 bilhões.

 

  • Para pessoas físicas, o crescimento da carteira de crédito foi de 50,3% nos últimos doze meses (até julho/12), contra um crescimento médio de apenas 13% do mercado.

 

  • Para pessoas jurídicas, o crescimento foi de 62,2% nos últimos 12 meses, número superior ao do mercado, de 15,6%.

 

Estratégia - Além da redução, o BB passou a incentivar o uso de novas funcionalidades, como o Crediário e o Parcelamento Preventivo da Fatura. O parcelamento das faturas já alcançou volume de R$ 500 milhões contratados no período de abril (lançamento do Bompratodos) a agosto deste ano - crescimento de 34%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

Em abril, antes do lançamento do Bompratodos do Banco do Brasil, as taxas do rotativo para pessoas físicas variavam de 3,87% a 13,7% ao mês. A partir do Bompratodos, foram reduzidas para o intervalo de 2,88% a 5,70% ao mês.

 

A nova estratégia adotada pelo BB vem apresentando resultados também no crescimento das compras tradicionais realizadas via cartões. As compras realizadas na função crédito no primeiro semestre deste ano atingiram um volume de R$ 41 bilhões, representando crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano passado. A estimativa é que o mercado tenha crescido, neste mesmo período, cerca de 18%.

 



Fonte: Assessoria de Imprensa da Presidência da República





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PIB - Analista diz que alta do PIB ainda não reflete recuperação total 03/12/2019
PIB - Analista diz que alta do PIB ainda não reflete recuperação total
 
PIB cresceu 0,6% no 3º trimestre/2019 03/12/2019
PIB cresceu 0,6% no 3º trimestre/2019
 
CARNE - Preço dispara e atinge nível recorde em 30 anos 03/12/2019
CARNE - Preço dispara e atinge nível recorde em 30 anos
 
DÓLAR fecha novembro com valorização de 5,77% 29/11/2019
DÓLAR fecha novembro com valorização de 5,77%
 
RESERVAS  BC consumiu US$ 18,8 BI desde agosto e irá torrar mais US$ 7,5 BI em dezembro 29/11/2019
RESERVAS BC consumiu US$ 18,8 BI desde agosto e irá torrar mais US$ 7,5 BI em dezembro
 
SALÁRIO MÍNIMO Governo para os Ricos reduz para R$ 1.031 o SM para 2020 28/11/2019
SALÁRIO MÍNIMO Governo para os Ricos reduz para R$ 1.031 o SM para 2020
 
76,3 ANOS, A Expectativa de Vida no Brasil 28/11/2019
76,3 ANOS, A Expectativa de Vida no Brasil
 
CMN limita juros do cheque especial e cria tarifa 28/11/2019
CMN limita juros do cheque especial e cria tarifa
 
DÍVIDA PÚBLICA cai para R$ 4,12 trilhões em outubro 26/11/2019
DÍVIDA PÚBLICA cai para R$ 4,12 trilhões em outubro
 
CONTAS EXTERNAS - Saldo negativo de US$ 7,8 BI em outubro 25/11/2019
CONTAS EXTERNAS - Saldo negativo de US$ 7,8 BI em outubro
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites