Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

12 de Fevereiro de 2018 as 03:03:29



INVESTIMENTOS - CIELO Resultados no 4º trimestre/2017



CIELO - Resultados do 4º trimestre/2017
 
Falta de Crescimento do Lucro
 
 
A Cielo apresentou resultados neutros na semana passada, com receita líquida de R$ 1.043 milhões, em linha com a nossa e o consenso. Entretanto, a empresa registrou forte crescimento de transações, não foi traduzido em maiores receitas.
 
A paisagem competitiva mais dura continua a impactar as receitas do Cielo, enquanto o rendimento da receita caiu 7 bps t/t devido ao menor aluguel de POS e a fraca mistura no lado da MDR.
 
Os concorrentes foram mais agressivos, especialmente nos pequenos varejistas, enquanto em grandes contas, a Cielo ainda oferece um diferencial de segurança e está crescendo neste segmento.
 
Este mix, com uma maior participação em contas maiores, traz mais pressão para o rendimento que, juntamente com o impacto do ambiente recessivo, causou queda no POS instalado, explique a redução de 17 bps / ano/ano no rendimento.
 
Para 2018, esperamos os mesmos ventos contrários para a linha superior. Além disso, devido à pressão no negócio de desconto de recebíveis, menor receita financeira e maior CAPEX, não vemos margem para crescimento nos lucros nos próximos anos.
 
 
Outlook.
 
Mantivemos nossa visão neutra sobre o CIEL3. Em nossa opinião, a empresa foi atingida pelo cenário competitivo mais difícil e não vemos espaço para o crescimento dos lucros nos próximos anos.
 
As ações da Cielo estão sendo negociadas em 16.1x P / E 2018E, mais perto do múltiplo P / E médio quinquenal de 16.6x. Assim, mantivemos o nosso 2018YE TP em R$ 25,00, reiterando a nossa recomendação Market Perform.
 
Notação
 
t/t =    4º trimestre/2017 comparado ao 3º trimestre/2017
a/a =  4º trimestre/2017 comparativamente ao 4º trimestre/2016 
 
 
Confira no anexo a íintegra do relatório de análise de desempenho da  mpresa CIELO no 4º trimestre/2017, elaborado por WESLEY BERNABÉ, CARLOS DALTOZO e KAMILA OLIVEIRA, integrantes da equipe do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: WESLEY BERNABÉ, CARLOS DALTOZO e KAMILA OLIVEIRA, integrantes da equipe do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
MAHLE METAL LEVE Resultado no 2º trimestre/2018: NEUTRO 18/08/2018
MAHLE METAL LEVE Resultado no 2º trimestre/2018: NEUTRO
 
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa cai, Juros e Dólar sobem no embalo da Crise Turca 17/08/2018
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa cai, Juros e Dólar sobem no embalo da Crise Turca
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 17.08 Programe seu Investimento 17/08/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.08 Programe seu Investimento
 
BTG PACTUAL Resultado no 2º trimestre/2018: Mais Próximo do Ponto de Virada 17/08/2018
BTG PACTUAL Resultado no 2º trimestre/2018: Mais Próximo do Ponto de Virada
 
MARFRIG - Resultado 2º Trimestre/2018: PREJUIZO 17/08/2018
MARFRIG - Resultado 2º Trimestre/2018: PREJUIZO
 
SÃO MARTINHO Resultado no 1º trimestre/2019: POSITIVO 17/08/2018
SÃO MARTINHO Resultado no 1º trimestre/2019: POSITIVO
 
SLC AGRÍCOLA - Resultado no 2º trimestre/2018:  POSITIVO 16/08/2018
SLC AGRÍCOLA - Resultado no 2º trimestre/2018: POSITIVO
 
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai -0,34% a 76.818 pts. Dólar sobe a R$ 3,902. 16/08/2018
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai -0,34% a 76.818 pts. Dólar sobe a R$ 3,902.
 
JBS Resultado no 2º Trimestre/2018  Forte desempenho 16/08/2018
JBS Resultado no 2º Trimestre/2018 Forte desempenho
 
O MERCADO na 4ª feira: Tensões Comerciais pressionam Ativos pelo Mundo 15/08/2018
O MERCADO na 4ª feira: Tensões Comerciais pressionam Ativos pelo Mundo
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009