Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

10 de Fevereiro de 2018 as 15:31:00



INVESTIMENTOS - O Mercado na 6ª feira: Bolsa cai a 80.898 pts, Dólar sobe 0,49% a R$ 3,295



Diário de Mercado - 09.02.2018
 
Ibovespa acompanhou trajetória volátil do exterior, antes de feriado
 
 
Resumo.
 
Resumidamente, no último pregão antes do feriado prolongado de carnaval – a Bovespa só reabrirá na próxima quarta-feira, a partir das 13h, o comportamento do dia foi capitaneado por um cenário externo de alta volatilidade, induzindo cautela nos investidores no mercado brasileiro.
 
Todavia, vale ressaltar que as bolsas de Nova York operavam em queda quando houve o fechamento doméstico, mas, depois, ocorreu uma reviravolta e encerraram com surpreendente e considerável valorização.     
 
 
Ibovespa.
 
Basicamente, o índice doméstico acompanhou a trajetória dos índices de Wall Street, desde suas aberturas em Nova York, até o término de seu pregão no Brasil.
 
Enfim, apesar de chegar a avançar +0,45% na máxima intradiária, aos 81.897 pts, o índice navegou em terreno negativo durante a maior parte do pregão, tendo mínima registrada aos 79.690 pts (-2,26%), pouco após as bolsas de Nova York também terem tocado suas mínimas.
 
As ações da Petrobras e o setor de bancos nortearam a queda no dia. Os papéis ligados às varejistas também sofreram após a divulgação de um dezembro aquém do esperado no tocante às vendas. No fim, tão somente 13 das 64 ações do índice ficaram positivas.
 
O Ibovespa fechou aos 80.898 pts (-0,78%), acumulando -3,74% na semana, -4,73% no mês, +5,89% no ano e +24,53% em 12 meses. O volume preliminar da Bovespa foi de R$ 12,204 bilhões, sendo R$ 11,714 bilhões no mercado à vista.
 
 
Capitais Externos na Bolsa.
 
Na 4ª feira, 07.02, a saída líquida de capital estrangeiro foi de R$ 608,10 milhões da bolsa, acumulando retirada líquida de R$ 2,535 bilhões no mês. Em 2018, a bolsa acumula ingresso de R$ 7,013 bilhões. 
 
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, as vendas no varejo estrito em dezembro recuaram -1,5%, ante avanço de +1,0% em novembro (revisto de +0,7%) – consenso em -0,4%. Na comparação anual, o índice variou +3,30% - consenso em +4,6%. O indicador acumulou avanço de +2,0% em 2017, depois de registrar retrações por três anos seguidos: -8,7% em 2016, -8,6% em 2015 e -1,7% em 2014.
 
Já o comércio varejista ampliado (inclui Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção) variou -0,8% em dezembro, versus +2,1% em novembro. Já em relação a dezembro de 2016, cresceu +6,4% (8ª taxa positiva) e acumulou +4,0% no ano passado.
 
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) operou em alta a maior parte do pregão desta sexta-feira, mas, arrefeceu sua trajetória altista na hora final do pregão. Este foi o terceiro dia positivo e a segunda semana de alta. No exterior, o dólar teve comportamento misto, fortalecendo-se perante a maioria das moedas emergentes.
 
A divisa fechou cotada a R$ 3,2950 (+0,49%), acumulando +2,49% na semana, +3,26% no mês e +1,48% em 12 meses.
 
 
Risco País.
 
O risco medido pelo CDS Brasil 5 anos subiu a 176 pts, ante 165 pts da véspera.
 
 
Juros.
 
A curva de juros repetiu o movimento de aumento na inclinação observado na véspera. Os vértices de curto prazo encerraram com ligeiro viés de baixa. Já a ponta longa da curva sofreu significativa elevação, refletindo uma maior cautela com o mercado externo.  
 
 
Para a próxima semana:
 
BrasilIGP-10, ata do COPOM, IPC FIPE Semanal e Volume do setor de serviços;
China: Inv. estrangeiro direto, Financiamento agregado e Novos empréstimos;
Zona do Euro: Produção industrial e PIB; Alemanha: PIB e IPC;
Japão: PIB, Balança comercial e Produção industrial;
Reino Unido: IPC e Vendas no varejo;
EUA: IPC, Vendas no varejo, Índice Empire State manuf NY, Produção industrial, Construção de casas novas, Licenças para construção e Índice de confiança do consumidor da Univ de Michigan.
 
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 6ª feira 09.02.2018, elaborado por RICARDO VIEITES, CNPI, e HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, ambos integrantes da equipe do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RICARDO VIEITES, CNPI, e HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, ambos integrantes da equipe do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
ALUPAR Resultado no 2ºTrimestre /2018 Positivo em Geração, Negativo em Transmissão de Energia 21/08/2018
ALUPAR Resultado no 2ºTrimestre /2018 Positivo em Geração, Negativo em Transmissão de Energia
 
CCR Resultado no 2º trimestre -2018: Abaixo das Expectativas 21/08/2018
CCR Resultado no 2º trimestre -2018: Abaixo das Expectativas
 
O MERCADO na 2ª feira: Alta em Dia de Vencimento de Opções, favorecida pelo Mercado Externo 20/08/2018
O MERCADO na 2ª feira: Alta em Dia de Vencimento de Opções, favorecida pelo Mercado Externo
 
MAHLE METAL LEVE Resultado no 2º trimestre/2018: NEUTRO 18/08/2018
MAHLE METAL LEVE Resultado no 2º trimestre/2018: NEUTRO
 
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa cai, Juros e Dólar sobem no embalo da Crise Turca 17/08/2018
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa cai, Juros e Dólar sobem no embalo da Crise Turca
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 17.08 Programe seu Investimento 17/08/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.08 Programe seu Investimento
 
BTG PACTUAL Resultado no 2º trimestre/2018: Mais Próximo do Ponto de Virada 17/08/2018
BTG PACTUAL Resultado no 2º trimestre/2018: Mais Próximo do Ponto de Virada
 
MARFRIG - Resultado 2º Trimestre/2018: PREJUIZO 17/08/2018
MARFRIG - Resultado 2º Trimestre/2018: PREJUIZO
 
SÃO MARTINHO Resultado no 1º trimestre/2019: POSITIVO 17/08/2018
SÃO MARTINHO Resultado no 1º trimestre/2019: POSITIVO
 
SLC AGRÍCOLA - Resultado no 2º trimestre/2018:  POSITIVO 16/08/2018
SLC AGRÍCOLA - Resultado no 2º trimestre/2018: POSITIVO
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009