Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

31 de Janeiro de 2018 as 13:49:39



UNICEF Conflitos e catástrofes forçam 59 milhões de jovens ao Analfabetismo



Conflitos e catástrofes forçando 59 milhões de jovens para o analfabetismo - Estudo da UNICEF
 
 
Cerca de três em cada dez jovens entre 15 e 19 anos que vivem em países afetados por conflitos ou catástrofes são analfabetos, disse o UNICEF Fundo das Nações Unidas para a Infância na 4ª feira, pedindo maiores investimentos na educação, particularmente para as crianças e os jovens mais desfavorecidos.
 
A situação é particularmente grave para as raparigas e as mulheres jovens dessa faixa etária, com 33% delas em países de emergência que não conseguiram aprender até o básico, em comparação com 24% dos meninos.
 
"Esses números são um lembrete do impacto trágico que as crises têm sobre a educação infantil, seu futuro e a estabilidade e o crescimento de suas economias e sociedades",
 
afirmou Henrietta H. Fore, Diretora Executiva da UNICEF, em um comunicado de imprensa anunciando as evidências.
 
"Uma criança sem educação que cresce em uma juventude analfabeta em um país despedaçado por conflitos ou destruída por desastres pode não ter muita chance".
 
As descobertas, calculadas utilizando dados de alfabetização da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) em 27 países de emergência, também revelaram que o Níger, o Chade, o Sudão do Sul e a República Centro-Africana - todos com uma longa história de instabilidade e altos níveis de pobreza - registrou as maiores taxas de analfabetismo entre os 15-24 anos com 76 por cento, 69 por cento, 68 por cento e 64 por cento, respectivamente, incapazes de ler ou escrever.
 
 
59 milhões.
 
Assegurar o financiamento adequado dos programas de educação, particularmente durante as crises humanitárias, é fundamental para melhorar essas estatísticas.
 
Atualmente, apenas 3,6 por cento do financiamento humanitário é destinado a proporcionar educação para crianças que vivem em emergências, tornando-se um dos setores menos financiados em recursos humanitários.
 
A UNICEF estima que, nos próximos quatro anos, gastará aproximadamente US $ 1 bilhão por ano em programas educacionais.
 
Em seu apelo à ação humanitária para crianças de 2018, lançado na terça-feira, a agência da ONU convidou US $ 900 milhões para educação em países afetados por conflitos e desastres naturais.
 
Algumas das principais intervenções incluem educação acelerada e oportunidades de aprendizagem não formal, capacitação de professores, reabilitação de escolas e distribuição de móveis e suprimentos escolares.
 
Ao mesmo tempo, o UNICEF também convidou os governos e parceiros para que as crianças jovens tenham acesso a programas de educação inicial de qualidade para apoiar seu desenvolvimento e configurá-los para continuar aprendendo ao longo de sua infância; e oferecer aos jovens analfabetos a oportunidade de aprender a ler e escrever e promover a sua educação através de programas de educação alternativa e acelerada especialmente concebidos.
 
"A educação pode fazer ou quebrar o futuro de uma criança",
 
disse a Sra. Fore.
 
"Para todas as crianças colherem plenamente os benefícios da aprendizagem, é fundamental que eles obtenham a melhor educação de qualidade possível, o mais cedo possível",
 
ressaltou.
 
A análise da UNICEF foi divulgada antes da Conferência Global para a Reposição Educacional em Dakar, no Senegal, (1-2 de fevereiro), que visa angariar fundos para a educação de países parceiros e doadores atuais e novos para garantir que todas as crianças e Os jovens estão na escola e aprendem.


Fonte: UNICEF http://www.un.org/apps/news/story.asp?NewsID=58504#.WnHmhq6nHIU





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
Apoio a BOLSONARO afasta RIVALDO e RONALDINHO GAÚCHO do BARCELONA 16/10/2018
Apoio a BOLSONARO afasta RIVALDO e RONALDINHO GAÚCHO do BARCELONA
 
EUA x CHINA A Visão do Embaixador da China nos EUA 15/10/2018
EUA x CHINA A Visão do Embaixador da China nos EUA
 
FASCISMO - 09/10/2018
FASCISMO - "Temos de reagir ao fascismo na América Latina" diz MADURO
 
ITAMARATI cobra explicações sobre suposto Suicídio de Opositor de MADURO 09/10/2018
ITAMARATI cobra explicações sobre suposto Suicídio de Opositor de MADURO
 
BOLSONARO ganha no Exterior; CIRO fica em segundo 08/10/2018
BOLSONARO ganha no Exterior; CIRO fica em segundo
 
HADDAD 07/10/2018
HADDAD "PT apresentou candidatura com sabedoria", afirma ex-ministro argentino
 
EUA x CHINA Conflito já não é mais somente comercial, afirma especialista 06/10/2018
EUA x CHINA Conflito já não é mais somente comercial, afirma especialista
 
POTENCIAS querem livrar-se da Hegemonia do DÓLAR 06/10/2018
POTENCIAS querem livrar-se da Hegemonia do DÓLAR
 
PETRÓLEO Barril deve passar dos US$ 100 nas próximas semanas 06/10/2018
PETRÓLEO Barril deve passar dos US$ 100 nas próximas semanas
 
HADDAD 04/10/2018
HADDAD "PT apresentou candidatura com sabedoria", afirma ex-ministro argentino
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009