Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

19 de Julho de 2017 as 02:07:36



RAQUEL DODGE questiona JANOT sobre verba menor para LAVA JATO em 2018



Raquel Dodge questiona Janot sobre verba menor para Lava Jato;
PGR nega redução,
 
 
A futura procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou um ofício ao atual titular do cargo, Rodrigo Janot, para pedir esclarecimentos sobre o orçamento do MPF Ministério Público Federal para o ano que vem.
 
A medida foi a primeira tomada por Raquel Dodge após sua aprovação pelo Senado para substituir Janot. Na semana passada, a procuradora teve seu nome aprovado pelo Senado, após ser indicada pelo presidente Michel Temer. Janot deixará o cargo no dia 17 de setembro após chefiar a instituição por dois mandatos.
 
No ofício, Raquel pede explicações sobre o valor que será destinado à força-tarefa que atua nas investigações da Operação Lava Jato em Curitiba.
 
Em um trecho do documento, a procuradora questiona:
 
"A força-tarefa da Lava Jato, sediada em Curitiba (PR), solicitou R$ 1,65 milhão. Foi apresentada a proposta de somente R$ 522,6 mil. Qual a razão dessa redução para a FT [força-tarefa] da Lava Jato? Qual o valor programado para 2017?"
 
A questão orçamentária será discutida na próxima sessão do Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF), órgão responsável pela gestão do MPF e do qual Janot e Dodge fazem parte. A sessão está prevista para 25 de julho.
 
 
Outro lado
 
Em nota, a PGR informou que não houve redução de valores destinados à força-tarefa. Segundo a procuradoria, a Lava Jato é tratada como prioridade e sempre foram disponibilizados recursos para a autuação dos procuradores da República que integram a equipe.
 
A procuradoria explicou que houve redução nas estimativas iniciais em função das novas regras de teto de gastos no serviço público pelos próximos 20 anos e que verbas extras poderão ser viabilizadas.
 
“O critério estabelecido para alocação do novo referencial, tratando-se de valores estimativos, leva em conta o valor da proposta de 2017, acrescido de 4,19%. É certo, ainda, que a suplementação dessa estimativa será perfeitamente possível, com alocação de recursos extraordinários, remanejados do próprio MPF, a depender da necessidade apresentada pela Força-Tarefa. No exercício atual, por exemplo, a administração do MPF já reforçou os valores da Lava Jato em Curitiba, a partir dos recursos da reserva técnica, em aproximadamente R$ 500 mil”,
 
informou a PGR.


Fonte: AGENCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
TCU estima que BNDES teve prejuízo de R$ 304 milhões ao investir na JBS 20/10/2017
TCU estima que BNDES teve prejuízo de R$ 304 milhões ao investir na JBS
 
OUVIDOS MOUCOS  TRJ-4 nega Pedido de Suspeição de Moro à defesa de Lula 19/10/2017
OUVIDOS MOUCOS TRJ-4 nega Pedido de Suspeição de Moro à defesa de Lula
 
CASO NUSMAN - STJ manda soltar Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente do COB 19/10/2017
CASO NUSMAN - STJ manda soltar Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente do COB
 
DILMA tenta anular impeachment no STF, Após Funaro depor 18/10/2017
DILMA tenta anular impeachment no STF, Após Funaro depor
 
DENÚNCIA CONTRA TEMER - PSB impedido por Liminar de expulsar 4 deputados adesistas a Temer 17/10/2017
DENÚNCIA CONTRA TEMER - PSB impedido por Liminar de expulsar 4 deputados adesistas a Temer
 
TESOURO cobre  R$ 2,6 bilhões não pagos pelo estado do Rio 17/10/2017
TESOURO cobre R$ 2,6 bilhões não pagos pelo estado do Rio
 
Justiça obriga governo do DF a internar dependente químico compulsoriamente 14/10/2017
Justiça obriga governo do DF a internar dependente químico compulsoriamente
 
FUX suspende extradição de Battisti para Itália até decisão do STF 14/10/2017
FUX suspende extradição de Battisti para Itália até decisão do STF
 
Juiz federal revalida parte do acordo de leniência da J&F 12/10/2017
Juiz federal revalida parte do acordo de leniência da J&F
 
STF decide que parlamentar não pode ser afastado sem aval do Congresso 12/10/2017
STF decide que parlamentar não pode ser afastado sem aval do Congresso
 
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009